News Benfica e o foco em “ganhar uma equipa”

A nossa equipa de futebol prossegue com os trabalhos de preparação para a nova temporada, cujos objetivos são claros e assumidos desde a apresentação do novo técnico Jorge Jesus: vencer todas as competições nacionais e chegar o mais longe possível na Europa.

Nesta fase importa, sobretudo, integrar os reforços, aumentar os índices competitivos dos atletas e dar-lhes ritmo de jogo, entrosar a equipa, testar soluções e preparar os primeiros embates da época, nomeadamente a estreia com o PAOK, no dia 15 na Grécia, a contar para a 3.ª eliminatória de apuramento para o play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões que, recorde-se, será disputada num único jogo.

Depois de Bournemouth e Braga (vencemos ambos os jogos por 2-1), além de quatro adversários em jogos-treino (misto Benfica B e Sub-23, 4-0; Estoril, 4-1; Belenenses, SAD, 4-0; Farense, 5-1), no passado sábado foi a vez de a nossa equipa defrontar o Rennes, terceiro classificado da liga francesa na época passada, o que lhe vale a presença na fase de grupos da Liga dos Campeões. Não obstante as muitas ausências (oito jogadores nas seleções e três lesionados), vencemos por 2-0 e, sobretudo, foram deixados sinais positivos quanto à evolução da nossa equipa para enfrentar os desafios vindouros.

Nestes três jogos foram utilizados 23 jogadores, dos quais 14 participaram em todos. Everton, Gabriel, Pizzi, Taarabt e Vinícius (2) foram os marcadores dos seis golos benfiquistas. Recorde-se que, nos jogos-treino efetuados, os marcadores dos 17 golos haviam sido Cervi, Chiquinho, Diogo Gonçalves (2), Everton, Florentino, Gilberto, Jota, Pedrinho, Pizzi (2), Taarabt, Seferovic (3), Waldschmidt (e um autogolo).

Todos os reforços, à exceção de Helton Leite, lesionado, tiveram oportunidade de se mostrar a Jorge Jesus, incluindo Darwin, apresentado na passada sexta-feira ao final da tarde. Note-se que ontem foi realizado mais um jogo-treino, desta feita ante a equipa B (3-0), com o mais recente reforço a bisar (Dyego Sousa foi o autor do outro golo).

Em entrevista após a partida frente ao Rennes, Jorge Jesus salientou que estes desafios “servem para melhorarmos” e referiu a fase um pouco mais adiantada da temporada em que os franceses se encontram por já terem disputado dois jogos oficiais, o que obrigou a nossa equipa “a correr mais”.

O nosso treinador evidenciou ainda as melhorias em termos defensivos, independentemente dos jogadores que atuaram, proporcionando tempo à equipa para fazer golos. E referiu ainda a juventude de quase todos os reforços, constituindo-se como um sinal inequívoco de que o Benfica prepara não só o presente como também o futuro.

Ganhar nesta e nas temporadas seguintes é, hoje e sempre, o desígnio benfiquista e o que norteia todos os que trabalham em prol do Sport Lisboa e Benfica. De todos um, o Benfica!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.