Quem é Darwin Nuñez, o novo reforço do Benfica?

Internacional pela seleção A do Uruguai, o avançado Darwin Nuñez, de 21 anos (24.06.1999), é reforço do Sport Lisboa e Benfica.

A transferência para o Benfica acontece depois de uma temporada muito boa no Almería, de Espanha, onde apontou 16 golos em 32 jogos. O impacto criado pelo rendimento deste goleador “com potencial tremendo” fez com que vários clubes europeus de nomeada se interessassem na aquisição.

Darwin Gabriel Nuñez Ribeiro nasceu na cidade de Artigas (Uruguai), num bairro pobre junto a uma zona castigada pelas inundações provocadas pelo Rio Cuareim. Os seus pais contornam as dificuldades do dia a dia para poderem assegurar os bens de consumo familiar ou para comprar as botas que permitissem a Darwin cumprir o sonho de ser jogador de futebol.

“Nunca me esqueço de onde vim. A minha família é humilde e lutadora. O meu pai trabalhava na construção e, quando eu não tinha botas para jogar futebol, ele fazia de tudo para conseguir comprá-las“, revelou o novo camisola 9 do Benfica numa entrevista ao “El Observador”.

A história do avançado tem sido de superação. Antes do estrelato, começou por dar os primeiros passos nos clubes La Luz e San Miguel de Artigas, dois emblemas locais e de pequena dimensão. A sua qualidade chamou a atenção do Peñarol, que o foi buscar através de José Perdomo.

Darwin Núñez

Peñarol logo convencido pelo jovem que deixava os adversários para trás…

No ano de 2013, o avançado tinha 14 anos e jogava na sua terra natal quando José Perdomo parou num campo de futebol para ver o jogo do San Miguel de Artigas contra o Bella Unión. Dentro das quatro linhas, um jovem destacou-se através dos seus movimentos, arranques e pela forma como deixava os adversários para trás.

O treinador da formação do conjunto de Montevideu estava convencido. Agora teria de pedir autorização aos pais de Darwin. Se bem pensou, melhor o fez. Com 14 anos o avançado despediu-se da família, apanhou o autocarro e seguiu para a capital uruguaia. O medo de quem não conhecia a cidade de Montevideu esteve com ele toda a viagem.

“Saí em Tres Cruces, estavam à minha espera e fiquei hospedado numa casa no complexo desportivo do Peñarol, onde ficam outros miúdos”, revelou o avançado ao “El Observador”.

Todavia, as saudades de casa bateram mais forte: “Não fiquei. Regressei a Artigas.”

Um ano depois voltou ao Peñarol e, aí, sim, para ficar até se estrear na primeira equipa dos aurinegros.

Darwin Núñez

“Potencial tremendo” e o ADN uruguaio…

Mesmo ainda jovem, Darwin tinha características morfológicas que não passavam despercebidas. Alto (tem cerca de 1,90 m) e muito poderoso fisicamente. Terminou os escalões de formação no clube de Montevideu e, a 22 de novembro de 2017, o treinador Leonardo Ramos lançou-o diante do River Plate de Montevideu, no Torneio Clausura. Entrou aos 63′ para o lugar de Maxi Rodríguez.

Ao jornal “Super Deporte”, o treinador Leonardo Ramos teceu rasgados elogios ao ponta de lança que agora veste a camisola do Benfica.

Darwin é um futebolista com uma compleição física espetacular. Tem um físico tremendo para jogar futebol e para a posição [avançado] onde atua. Vi-o a crescer e lancei-o na primeira equipa [do Peñarol], porque via nele um potencial tremendo“, considerou.

“Não deixa de correr e de lutar. Tem um físico espetacular, é rápido e sabe atacar bem o espaço”

“Em termos defensivos é um jogador com o ADN uruguaio: não deixa de correr e de lutar; no aspeto ofensivo, tem um físico espetacular, é rápido e sabe atacar bem o espaço. Considero que estamos a falar de um jogador de futuro para a seleção do Uruguai“, explicou ao caracterizar os pontos fortes de Darwin.

No ano seguinte – 2018 – voltou a ser opção na principal equipa do clube. Leonardo Ramos fê-lo atuar em 13 partidas, duas delas na Copa Sul-Americana, e o avançado respondeu com um golo, o primeiro como sénior, frente ao Fénix, na vitória por 2-0, a 13 de outubro desse ano.

Em 2019 começou a época no Peñarol, foi colega de Lema, defesa-central que representou as águias em 2018/19, e apontou três golos – um hat-trick frente ao Boston River – em oito jogos. A 18 de agosto de 2019 realizou o último desafio pelo clube antes de atravessar o Oceano Atlântico e desembarcar em Almería.

Darwin Núñez

Credenciais de “finalizador nato” confirmadas em Espanha

A transferência para o Almería mexeu com os meios de Comunicação Social no país de origem e logo à partida, no aeroporto, Darwin falou à “Rádio Uruguaia” e revelou o que sentia por abraçar este novo projeto profissional.

“Aconteceu o que estava à espera e estou com uma alegria imensa por dar este passo na minha carreira. Quero aprender e somar mais esta experiência. Estou muito contente, a minha família está muito feliz. Isto significa muito. Sempre esperámos este momento depois de todos os sacrifícios feitos”, valorizou o avançado.

PERCURSO

Darwin Núñez

No clube espanhol foi treinado por dois técnicos portugueses. Primeiro, Pedro Emanuel, depois, José Gomes. O atual técnico do Al Ain partilhou aos microfones da Rádio Renascença o porquê da “aposta forte” no uruguaio.

“Precisávamos de um concretizador e ele foi a nossa primeira opção. Um jogador versátil e agressivo dentro da área. Foi a nossa escolha pelo que já representava, na altura, e por todo o potencial de evolução que lhe reconhecíamos”, avançou Pedro Emanuel.

“Tem uma grande capacidade técnica, é um finalizador nato que se posiciona bem na área adversária. Tem os olhos sempre postos na baliza e remata bem com os dois pés. É um excelente valor, já internacional pela principal seleção do Uruguai”, acrescentou.

“Tem os olhos sempre postos na baliza e remata bem com os dois pés”

Darwin estreou-se na 2.ª Divisão espanhola frente ao Sporting Gijón, na 9.ª jornada, e fez o gosto ao pé quatro rondas depois, frente ao Extremadura (vitória, por 3-2). Estava dado o mote. Daqui até final da época foi sempre titular no Almería, finalizando 2019/20 com 16 remates certeiros em 32 jogos.

Ao despedir-se da cidade e do clube espanhol rumo ao Benfica, falou sobre o novo destino à “Cadena SER”.

“O mais importante era sair bem do Almería. Agora quero aproveitar a oportunidade que vou ter no Benfica. É um sonho! Estou muito agradecido ao Almería. Vivi numa cidade linda, muito agradável e o clube ficará para sempre no meu coração”, confessou.

Darwin Núñez

Proeza: estreia com golo pelo Uruguai

Com passagens pelas seleções jovens, a chegada à seleção A do Uruguai era uma questão de tempo. Pelos Sub-20 somou 14 internacionalizações e apontou quatro tentos; nos Sub-22 logrou um golo em quatro jogos.

E na seleção A? Pois bem, na principal equipa do país estreou-se com um golo, juntando o seu nome a uma lista de elite de jogadores que marcaram na estreia pelo Uruguai, onde constam, entre outros, Forlán, Cavani ou Abel Hernández.

A 16 de outubro de 2019, em Lima, frente à congénere do Peru, a celeste empatou a uma bola, com o tento decisivo a ser da autoria de Darwin. O avançado entrou aos 75′ e aos 80′, de cabeça, após cruzamento de Matías Viña, fez o empate.

Depois do jogo, nas suas redes sociais, o avançado não deixou passar em claro a proeza. “Estreia sonhada”, referiu na conta pessoal do Instagram.

No final deste desafio, em conferência de Imprensa, o selecionador do Uruguai, Óscar Tabárez, abordou a estreia do ponta de lança dos encarnados.

“O jogador que se estreou hoje [16.10.2019] tem atuado nos Sub-20. Aproveitou que Cavani, Suárez e Stuani não estavam e mostrou que, com tempo e mais jogo, pode sonhar ter mais oportunidades para criar um processo na seleção. Isso é o mais importante”, projetou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.