Luís Filipe Vieira e o orgulho no prestígio do Estádio da Luz

Em entrevista à iSportconnect, o presidente do Benfica falou sobre a realização da final da Liga dos Campeões no Estádio da Luz.

«Para Portugal e para Lisboa, esta decisão reconhece a forma como o nosso país tem conseguido fazer face a esta grave pandemia e a qualidade das infraestruturas desportivas e hoteleiras existentes no nosso país. Portugal é um destino turístico de excelência que garante qualidade e segurança a todos os níveis. Para o Benfica, a escolha do nosso Estádio para mais uma final de uma competição europeia, a terceira [duas Champions League e um Campeonato da Europa] desde a sua inauguração há 17 anos, é um motivo de orgulho e confirma o prestígio do Estádio da Luz», disse Luís Filipe Vieira na entrevista, reproduzida pelo site do clube.

«Ao garantir a conclusão dos jogos finais da Liga dos Campeões deste ano, as perdas que esta pandemia causou a todos os níveis foram minimizadas ao máximo. É importante para a integridade da competição – mesmo com os jogos à porta fechada – concluir a edição deste ano para que, em setembro, altura em que se inicia a nova edição, o ano anterior esteja totalmente decidido», prosseguiu.

O presidente dos encarnados falou ainda sobre os tempos de pandemia, destacando o importante papel do desporto. «O desporto e o futebol em particular têm desempenhado um papel absolutamente decisivo para que a sociedade gradualmente sinta que a vida começa a voltar ao normal. Ainda assim, uma normalidade muito condicionada, é certo, mas o retorno dessa paixão que atravessa todas as camadas sociais, o retorno das competições nacionais e internacionais reforça a confiança de que conseguiremos superar este momento difícil e regressar o mais rápido possível à vida que tínhamos», disse.

Falou também sobre a própria situação do clube: «Mesmo no auge da pandemia e do confinamento, mantivemos os canais de comunicação do clube, produzindo conteúdo diário e informações para os nossos Sócios e adeptos, incluindo as diversas ações de solidariedade em andamento: a forma como os atletas conduziam o seu dia a dia, os treinos em casa, e muita comunicação com treinadores e atletas. Foi um trabalho diário incansável, que em alguns casos até aumentou o conhecimento sobre a vida interna do clube e dos seus ídolos para os milhões de adeptos do Benfica em todo o mundo.»

A finalizar, mostrou-se expectante sobre a já chamada ‘nova normalidade’: «Ainda é muito cedo para fazer uma análise e avaliação muito rigorosas. Mas, em níveis diferentes, há algumas mudanças que certamente vieram para ficar, como, por exemplo, a nova regra de permitir cinco substituições por jogo por equipa. Alguns consideram que, como outros métodos, é capaz de aumentar os níveis competitivos das equipas ao longo dos 90 minutos. Vamos esperar para ver o que acontece no futuro.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.