Benfica livra-se de dois adversários chatos na Champions

Vamos então à explicação da mudança de cenário. Primeiro ponto: Sevilha (Espanha), Manchester United (Inglaterra), Shakhtar (Ucrânia) ou Inter (Itália), umas destas equipas será a vencedora da Liga Europa 2019/20, condição que garante entrada direta e automática no sorteio da fase de grupos da Champions League. Detalhe que faz toda a diferença: aqueles quatro emblemas já estavam qualificados para a Liga dos Campeões 2020/21 por via das classificações obtidas nos respetivos campeonatos nacionais.

Segundo ponto: em face do figurino criado, o que é que acontece? Abre-se uma vaga que é atribuída ao terceiro classificado do quinto país do ranking europeu, a França, pelo que o Rennes deixa de ser um possível adversário do Benfica na 3.ª pré-eliminatória da Champions e garante já presença nos grupos da competição milionária (subiu ao pote 4).

Mas há mais uma consequência à atenção do Benfica: o Krasnodar (Rússia), que era outro dos possíveis oponentes das águias na 3.ª pré-eliminatória, transita para o play-off de acesso à fase de grupos da Liga dos Campeões 2020/21. Só nessa fase do caminho dos não-Campeões é que os russos podem cruzar-se com os encarnados, que serão sempre um dos cabeças de série.

Em setembro, por norma, já se joga a fase de grupos da prova milionária, mas a pandemia COVID-19 obrigou a paragens competitivas que tudo atrasou. Assim, no mês nove do calendário jogar-se-ão a 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, a 15 e 16 de setembro, com a ronda a resolver-se apenas num jogo, cujo estádio fica definido no sorteio, e o play-off, a 22 e 30 de setembro, a duas mãos.

Benfica Liga dos Campeões

3.ª PRÉ-ELIMINATÓRIA

1 possível adversário definido2 possíveis adversários por definir entre estes*
Gent (Bélgica)Viktoria Plzen (República Checa), Rapid Viena (Áustria), PAOK (Grécia), AZ Alkmaar (Holanda) e Lokomotiva Zagreb (Croácia)

Ainda têm de disputar a 2.ª pré-eliminatória

As pré-eliminatórias estão divididas entre o Caminho dos Campeões e o Caminho dos não-Campeões, grupo onde se insere a equipa do Benfica. Nesta 3.ª pré-eliminatória, sendo cabeça de série, a equipa treinada por Jorge Jesus já sabe que não mede forças com Dínamo Kiev (Ucrânia), e também pode evitar o Besiktas (Turquia), se esta equipa ultrapassar a 2.ª ronda.

Com a atualização decorrente do figurino criado pela Liga Europa 2019/20, há um possível adversário do Benfica já posicionado e outros por definir (ver quadro acima). Com presença garantida na 3.ª pré-eliminatória e com coeficiente para ser opositor dos encarnados está o Gent, da Bélgica. Falta fechar a 2.ª ronda.

Existem ainda duas vagas por preencher por dois emblemas provindos da 2.ª pré-eliminatória no pote dos potenciais adversários das águias. Cinco clubes lutam por dois lugares, e são eles: Viktoria Plzen (República Checa), Rapid Viena (Áustria), PAOK (Grécia), AZ Alkmaar (Holanda) e Lokomotiva Zagreb (Croácia). Dois destes nomes vão integrar o leque de possíveis rivais do Benfica, mas primeiro terão de garantir a presença na 3.ª ronda de qualificação para a Champions. A 2.ª pré-eliminatória disputa-se nos dias 25 e 26 de agosto (um jogo), e o sorteio realizado na sede da UEFA no dia 10 de agosto ditou os duelos Besiktas-PAOK, AZ Alkmaar-Viktoria Plzen e Lokomotiva Zagreb-Rapid Viena.

foto

DATAS IMPORTANTES

  • 31 de agosto: sorteio da 3.ª pré-eliminatória
  • 1 de setembro: sorteio do play-off
  • 15 e 16 de setembro: jogos da 3.ª pré-eliminatória
  • 22 e 30 de setembro: jogos do play-off
  • 1 de outubro: sorteio da fase de grupos
  • 20 e 21 de outubro: 1.ª jornada da fase de grupos

Ainda há muito por definir, mas vários aspetos são já conhecidos, como as datas dos sorteios. O da 3.ª pré-eliminatória realiza-se a 31 de agosto, onde é desvendado não só o adversário do Benfica como também o palco do jogo, pois a ronda faz-se a uma só mão. No dia seguinte, a 1 de setembro, tem lugar o sorteio do play-off, a última barreira antes da fase de grupos da Liga dos Campeões, e que se resolve a duas mãos.

André Almeida

O que nos diz o passado: sucesso nas rondas preliminares

O Benfica é um dos emblemas históricos da Taça dos Clubes Campeões Europeus/Liga dos Campeões e que mais presenças contabilizam. Ainda assim, em algumas situações teve de disputar rondas de qualificação, e deu-se bem na larga maioria delas.

A primeira vez aconteceu em 1998/99, diante do Beitar, e a última em 2018/19. Nas temporadas 1998/99, 2003/04, 2004/05, 2006/07 e 2007/08 as águias apenas tiveram de disputar a 3.ª pré-eliminatória antes de entrar na fase de grupos. Destas, foram bem-sucedidas frente aos israelitas do Beitar (1998/99), Áustria Viena (2006/07) e FC Copenhaga (2007/08), ficando pelo caminho em 2003/04 (Lázio) e 2004/05 (Anderlecht).

Nas épocas 2011/12 e 2018/19, a turma da Luz teve de ultrapassar duas rondas de qualificação (3.ª pré-eliminatória e play-off), o mesmo caminho que tem de fazer agora. Em 2011/12 o Benfica superou o Trabzonspor na 3.ª pré-eliminatória e o Twente no play-off; em 2018/19 ficaram pelo caminho Fenerbahçe (3.ª ronda de qualificação) e o PAOK (play-off).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.