Que frente de ataque para o Benfica?

Já aqui se analisou o que poderá ser o figurino da equipa encarnada nas várias posições de campo. Falta agora auquela de maior visibilidade e que terá como responsabilidade chegar aos triunfos das águias. O ataque.

Nos último dias muito se têm falado em refoços, sendo que o nome de Edinson Cavani é o destaque maior. Já com pré-acordo assinado com o Benfica, o internacional uruguaio é aguardado a qualquer momento em Lisboa para a sua apresentação. Mas não será o único a chegar à Luz. Segundo é veiculado na imprensa, o alemão Luca Waldschmidt será um dos próximos a chegar para reforçar a equipa. Com características de segundo avançado, o internacional sub-21 alemão tem enorme margem de progressão e oferece no imediato qualidade de jogo.

No Benfica já se sabe que Dyogo Souza tem as malas aviadas, uma vez que a SAD encarnada decidiu encurtar o seu empréstimo (era até final de dezembro) e devolver o jogador já ao clube chinês de origem. Também fora das contas de Jorge Jesus, mas aqui com dispensa feita com outros contornos, estará Haris Seferovic. Apesar de esforçado e ter brilhado na época anterior, onde foi meso o melhor marcador da Liga NOS, a temporada que agora terminou trouxe ao de cima as suas enormes fragilidades na hora de facturar. marcou muitos menos golos, e não foi por falta de oportunidades.

Dos três avançados do actual plantel encarnado, apenas carlos Vinícius deve permanecer. A sua estatura e veia goleadora terão agradado ao mister Jesus, que pretende trabalhar com o avançado brasileiro neste novo Benfica. Outro nome que poderá ter as suas chances será o jovem Gonçalo Ramos. Aqui, o internacional luso sub-21 deverá treinar com a equipa principal e ter minutos da equipa B. Mas um eventual empréstimo a uma equipa da Liga NOS não será de descartar.

A segundo avançado tem jogado Chiquinho. Resgatado ao Moreirense no verão passado, o jogador é visto como bastande lutador e interventivo no jogo. No entanto, o seu faro para golo, numa posição que a isso é exigido, tem sido um problema que pode ter custado pontos às águias nesta época. Com a chegada de vários craques à Luz, onde para a mesma posição se espera o avançado do Friburgo Waldschmidt, com Cavani a poder também jogar aqui e ao lado de Vinícius, ou ainda, se quiser-mos, Gonçalo Ramos, Chiquinho pode ter dificultada a sua permanência no plantel. Ou melhora muito com Jorge Jesus, e para isso terá uma curta pré-época para o provar, ou terá bilhete de saida do Benfica. Afinal, ao Benfica fazer mais uns milhões mais para aligeirar as suas movimentações no mercado, é visto com bons olhos.

Ainda temos como hipóteses para segundo avançado o Adel Taarabt, Rafa e Jota. Não é credível que qualquer destes seja visto como alternativas para esta posição, ao contrário do que aconteceu com Bruno Lage. Nem sequer a sua presença no plantel está assegurada.

Por último, e talvez já ninguém se lembre, Facundo Ferreyra regressa ao Benfica após ter estado em Espanha ao serviço do despromovido Espanyol. Contratado como estrela, depressa se notou a sua dificuldade de adaptação ao clube encarnado. Depois de grandes épocas ao serviço do Shakhtar Donetsk, falta saber se Jorge Jesus consegue devolver o internacional argentino ao estrelato, agora no Benfica, ou se o relega para nova cedência ou transferência definitiva.

Jorge Jesus tem a palavra, e essa será dada durante a próxima semana.

Nuno Alexandre Costa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.