Pizzi só pensa em levantar a Taça

Em entrevista à RTP, Pizzi perspetivou o clássico da final Taça de Portugal frente ao FC Porto, que se joga às 20h45 de sábado, dia 1 de agosto, no Estádio Cidade de Coimbra.

Na época 2019/20, o médio encarnado já fez 50 jogos de águia ao peito e marcou 30 golos, 19 deles no Campeonato Nacional, onde também foi o rei das assistências com 14 passes para golo.

Pizzi

O mais importante é sempre o coletivo

“Estatisticamente, e falando de mim, os números estão à vista de todos, foi uma época muito produtiva para mim, em termos de golos e de assistências. O mais importante, a meu ver, é sempre o coletivo, e as coisas não correram como desejávamos. Esta época fica marcada por não termos atingido o nosso principal objetivo [ganhar o Campeonato], e isso deixa-me muito triste.”

Benfica-Famalicão

Só um pensamento: levantar a Taça

“O jogo mais importante da temporada é sempre o próximo. É uma final, e as finais, no Benfica, são para ganhar. Defendemos um grande clube, com muita história. A Taça é sempre um troféu especial, este ano em condições muito especiais, sem a festa dos adeptos no Jamor, que é sempre muito bonita. Enquanto equipa, estamos focados, o nosso pensamento é só um, que é vencer e levantar o troféu da Taça de Portugal. Mas isto não salva uma época, porque o nosso principal não foi conseguido.”

Pizzi

“Que seja um grande jogo e a vitória nos sorria”

Concentração e qualidade para vencer

“O antídoto para vencer o FC Porto tem de ser o míster a dizer-nos, porque nós, jogadores, temos de ir em função das ideias do nosso míster. O mais importante é estarmos todos alinhados no mesmo sentido. O FC Porto tem vários pontos fortes, temos de nos focar nisso para os controlar, mas, como qualquer equipa do mundo, também tem fragilidades. Sabemos que é uma equipa que defende bem, também devido aos jogadores que tem com muita maturidade e qualidade, mas nós também temos jogadores com muita qualidade atrás e à frente. Esperamos que seja um grande jogo e que no final a vitória possa sorrir para o nosso lado.”

Vizela-Benfica

Corona… mas adversário vale pelo todo

“O FC Porto é sobretudo uma boa equipa coletivamente. Todos têm a mesma ideia, lutam com uma grande ambição para vencer jogos. Se tivesse de destacar um jogador pelas características que gosto de ver, destacaria o Corona, porque tecnicamente, com bola, é muito inteligente e pode desequilibrar um jogo, mas não podemos olhar apenas para um jogador, porque o coletivo do FC Porto é forte.”

Pizzi

Confortável no centro ou na direita

“Tenho duas posições onde gosto bastante de jogar, por dentro, como médio ou como segundo avançado, e pela direita, que é onde tenho jogado no Benfica. Antigamente na minha carreira jogava sobretudo na esquerda, de pé contrário, mas o sítio onde me sinto mais confortável é na direita e no centro, porque gosto de ter bola, de me associar com os meus companheiros, das tabelinhas…”

Pizzi

“Marcar? Oxalá!” – mas o que conta é ganhar

“[Nunca marcou num clássico com o FC Porto, é agora?] Oxalá que sim, vou fazer por isso, mas o mais importante é a nossa vitória, seja eu a marcar ou outro companheiro. Não tenho feito muitos golos contra o FC Porto, é verdade… Fiz um hat-trick pelo Paços de Ferreira [no Estádio do Dragão], foi um momento muito especial para mim. Oxalá possa marcar já neste sábado pelo Benfica.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.