Triunfo justo num bom jogo onde o desejo era ter Lage com a equipa

Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, considerou justa a vitória das águias sobre os leões, a uma semana da final da Taça de Portugal, em Coimbra, frente ao FC Porto.

«Foi um bom jogo, com duas equipas a querer jogar o jogo pelo jogo e à procura de golos. Na primeira parte tivemos mais controlo e mais oportunidades, podíamos até ter ido para o intervalo com outro resultado. Na segunda parte, o Sporting equilibrou e chegou ao empate mas mesmo a acabar fizemos o 2-1, que deu justiça ao marcador. Ganhar é sempre impotante e dá confiança para esse último jogo na final da Taça», analisou na BTV.

Análise de Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, à vitória (2-1) sobre o Sporting, no dérbi da última jornada da Liga.

«Foi um jogo aberto, com duas equipas a procurar o domínio do jogo. Conseguimos largamente esse domínio na primeira parte, depois do golo criámos ocasiões para fazer o segundo. Na segunda parte, houve um período em que o Sporting consegue equilibrar e chega ao golo. Depois a sensação que tenho é que voltámos a dominar e fizemos o segundo golo que dá justiça ao resultado e ao que foi o desenrolar do jogo», disse em conferência de imprensa.

Com a vitória sobre o Sporting, o Benfica termina a temporada a cinco pontos do FC Porto. Questionado se o campeonato podia ter um desfecho diferente caso tivesse rendido mais cedo Bruno Lage no comando técnica, Nélson Veríssimo atirou: «O desejo de todos era haver continuidade e que Bruno Lage estivesse com a equipa. Não foi possível. Houve esta situação, acabei por ser eu e os meus colegas a ficar até à final da Taça de Portugal e aqui estamos.»

Sobre se foi após a derrota com o FC Porto, na 20.ª jornada, que o Benfica começou a perder o campeonato: «Não consigo fazer uma análise desse ponto de vista. É preciso analisar o campeonato pelo seu todo. Houve uma altura em que fomos melhores, somámos mais pontos e estivemos na frente do campeonato. Depois houve outra altura em que não fomos tão fortes, nem consistentes, o que levou à perda de pontos. Não sei se foi no jogo com o FC Porto ou contra o SC Braga. Neste momento, o que interessa é a forma como terminámos o campeonato. Agora é pensar no jogo com o FC Porto (Taça de Portugal).»

Contas fechadas no campeonato, Nélson Veríssimo, treinador do Benfica, lançou a final da Taça de Portugal com o FC Porto.

«O que temos percebido é que em finais não há favoritos. Independentemente de quem termina o campeonato na frente, não há favoritos. É uma final, tudo pode acontecer. É 50/50. Vamos com o desejo e uma vontade enorme de chegar a Coimbra, disputar o jogo e vencer o troféu», disse em conferência de imprensa.

Questionado se montou a equipa para o dérbi com o Sporting (vitória por 2-1) a pensar no duelo com o FC Porto na final da Taça: «Preparámos o jogo com o Sporting a pensar no Sporting. Temos sete dias até à final da Taça, temos tempo para recuperar jogardes e pensar na melhor estratégia para o FC Porto. Vencer a Taça para salvar a época? Num clube como o Benfica, o objetivo é sempre o título nacional. Não conseguimos. Agora existe outro título para disputar e vamos entrar com o intuito de o vencer.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.