Benfica perdulário volta a perder pontos em Famalicão

O Benfica esteve na frente do marcador em Famalicão (golo de Pizzi aos 37′), criou várias ocasiões para se reforçar no comando do resultado, mas, muito perto do final do encontro da 31.ª jornada da Liga NOS, sofreu o 1-1 e teve de dividir pontos.

Inclinado para a esquerda, o Benfica deu profundidade à jogada de ataque e concebeu a primeira oportunidade de golo da partida quando estavam decorridos quatro minutos. Recebendo um passe de Jardel, o argentino Cervi furou a linha defensiva famalicense, infiltrou-se na área e rematou junto ao poste mais próximo, valendo aos visitados a perna direita do guarda-redes Defendi, que negou o golo e cedeu canto.

Os holofotes iluminaram-se novamente sobre Cervi ao minuto 7, agora pelo lado direito da área famalicense, onde o camisola 11, num momento de um para um, acabou caído no relvado. Visto o lance pela televisão, o esquerdino das águias parece ser tocado por Roderick no pé direito. Porém, o árbitro Jorge Sousa e o videoárbitro Hugo Miguel entenderam não haver motivo para assinalar pontapé de penálti, antes sancionando simulação e mostrando cartão amarelo ao internacional argentino.

Famalicão Benfica 31.ª jornada Liga NOS Futebol

Depois de um problema na zona defensiva (um passe de Nuno Tavares para Odysseas ficou curto e quase era aproveitado por Pedro Gonçalves), o Benfica voltou a visar a baliza do Famalicão ao minuto 15: Pizzi, pela esquerda, armou o disparo, e Defendi susteve o esférico.

Fazendo por discutir o jogo e expondo argumentos que o elevaram a equipa-sensação nesta Liga NOS, o Famalicão deu trabalho a Odysseas num tiro de Pedro Gonçalves aos 18′. O guarda-redes benfiquista estirou-se e sacudiu a bola por cima da trave.

O Benfica somou aproximações à grande área famalicense e criou nova hipótese para faturar aos 35′. Chiquinho, com um passe longo, desmarcou Pizzi na área, e o internacional português esticou-se para concluir a contar, mas Defendi voou e espalmou o esférico para lá da linha de fundo.

O golo estava “ensaiado”… e foi festejado ao minuto 37! Cervi, solicitado à esquerda, cruzou o esférico para o remate de Seferovic no coração da área. Defendi voltou a defender à primeira, mas Pizzi, rápido na recarga, empurrou de pé direito para o interior das malhas (0-1). Foi o 17.º golo do camisola 21 na Liga NOS 2019/20, o 29.º na temporada (contabilizando-se todas as competições).

Famalicão Benfica 31.ª jornada Liga NOS Futebol

Com o Benfica em vantagem, o Famalicão tentou ter mais bola no recomeço do segundo tempo, mas a organização tática das águias não autorizou espaços de maior.

Controlando os acontecimentos, os encarnados espreitaram o 0-2 ao minuto 60. Chiquinho progrediu, descaiu para a direita e chutou com força, sendo o golo negado por Defendi. Pizzi ainda viu a possibilidade de chegar primeiro para nova recarga bem-sucedida, mas foi apertado por um defensor.

Novo lance bem trabalhado pelo Benfica na direita deu origem a mais uma ocasião de golo. Cervi, na grande área, finalizou de pé esquerdo, mas Ivo Pinto lançou-se e, com as pernas, fez de guarda-redes, impedindo o segundo golo das águias (66′).

Já depois de Riccieli ter perturbado uma jogada (70′) de possível êxito das águias (Vinícius, que rendeu Seferovic aos 66′, ficaria na cara do guarda-redes…), o Famalicão, em contra-ataque, lançou Fábio Martins pela direita, com o atacante a forçar o remate e a acertar no poste mais próximo (72′).

De livre direto, cobrado com categoria sobre a zona direita do ataque do Benfica ao minuto 74, Nuno Tavares usou o pé esquerdo para chamar o golo, mas Defendi voou e inviabilizou (outra vez) o 0-2.

Jardel Famalicão-Benfica

Samaris e Rafa entraram na equipa benfiquista aos 81′ (saíram Gabriel e Cervi). Um momento de instabilidade, numa articulação entre André Almeida e Rúben Dias na gestão da posse de bola, deu liberdade e espaço a Walterson, que rematou com perigo (82′). Pouco depois (84′), um lance pela asa direita do Famalicão permitiu a Fábio Martins cruzar na direção do recém-entrado Guga, que, no centro da área, desviou de pé esquerdo para o 1-1.

Jota (rendeu Pizzi aos 88′) foi lançado por Nélson Veríssimo no período do derradeiro assalto às redes do Famalicão, mas o Benfica já não teve tempo para carregar pelo golo que lhe valeria a vitória (e que fez por alcançar).

Na próxima jornada (32.ª) as águias regressam ao Estádio da Luz para receber o Vitória de Guimarães. Este desafio tem início aprazado para as 21h30 do dia 14 de julho (terça-feira).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.