João Pais continua de águia ao peito

O Sport Lisboa e Benfica informa que chegou a acordo para a renovação de contrato do ponta-esquerda João Pais. Produto da formação encarnada, o atleta português estreou-se na equipa sénior na temporada 2006/07.

Em declarações à BTV, o sub-capitão da turma de andebol do SL Benfica expressou o contentamento pela renovação da confiança no seu trabalho.

Significa responsabilidade e gratidão pela continuidade na aposta. É algo que me deixa verdadeiramente satisfeito, dá-me ainda mais motivação para trabalhar e, estando numa altura particularmente complicada em termos de saúde, é ainda mais gratificante a aposta do Clube em alguém que está cá há muitos anos”, referiu, relembrando a longevidade da sua ligação com as águias.

João Pais Andebol Benfica

“Posso dar tudo o que dei até hoje: garra, mística, crença…”

O camisola 8 dos encarnados é um dos atletas do plantel sénior que começou o seu trajeto ainda na formação e aproveitou a ocasião para deixar uma mensagem de confiança para os mais novos.

“É a amostra para os jovens da nossa formação que há continuidade no processo, que há possibilidade de ingressão na equipa sénior e que os sonhos podem ser reais”, sublinhou João Pais, que fez questão de garantir aos adeptos benfiquistas o mesmo comprometimento de sempre…

“Posso dar tudo o que dei até hoje. Garra, mística, crença, e esses valores que acabam por ser transmitidos dentro do campo e nos momentos de decisão”, finalizou. 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.