Bruno Lage a prazo incerto

O dia de ontem, no Seixal, previa-se quente, com possível saída de Bruno Lage do Benfica. O treinador chegou bem cedo ao Seixal, pelas 8 horas, deu treino aos jogadores e passou o resto do dia a preparar o jogo com o Marítimo, de segunda-feira, no Seixal. No primeiro dia de trabalho depois de um jogo, a equipa técnica costuma analisar o último encontro e introduz a estratégia para a partida seguinte. Ao que parece, não existiu uma reunião formal com Luís Filipe Vieira, apesar da presença do presidente do Benfica no centro de treino e formação. Nem com os restantes homens fortes do futebol, Rui Costa e Tiago Pinto, administrador da SAD e diretor-geral, respetivamente. Existiram conversas informais entre o líder das águias e o técnico de 44 anos. Para hoje, poderá acontecer mesmo a reunião, pelo que a presença de Bruno Lage no banco de suplentes, nos Barreiros, não é dado adquirido. Ontem Lage resistiu. E mesmo que o treinador dirija a equipa na Madeira, um mau resultado diante do Marítimo pode marcar o fim da ligação às águias. Uma coisa é certa: a SAD não mudou de ideias e resta saber quando haverá divórcio.

No dia 1 deste mês, à BTV, Luís Filipe Vieira prometeu a continuidade do treinador na próxima temporada. Mas tudo mudou nas semanas seguintes. Os empates com Tondela e Portimonense, a derrota com o Santa Clara e, sobretudo, as más exibições levaram a SAD a querer a saída imediata do técnico setubalense. O Benfica teme que os danos na equipa possam ser irreversíveis, que os problemas são mais profundos, sem a mensagem passar, e que só um corte drástico possa dar aos jogadores estímulo para o que resta da temporada. Além disso, com o campeonato a fugir, a próxima época começará cedo com a luta pela Liga dos Campeões. E com dado acrescido: a terceira pré-eliminatória será só um jogo, só o play off ficará a duas mãos.

Treinador e SAD têm estado em posições díspares nas últimas semanas. A estrutura está desiludida com as exibições e com algumas declarações do treinador, como a da última conferência de imprensa, em que acusou alguns jornalistas de se venderem com almoços, jantares e viagens para promoverem outro treinador para o cargo dele. Bruno Lage, por outro lado, já deu a entender que o plantel tem algumas carências que não foram resolvidas no início da temporada. E a continuidade no projeto, para ele, pode depender dessas mudanças. Lage tem contrato até 2024, renovado durante esta temporada, e fez saber que não está agarrado ao lugar. O treinador acredita no trabalho dele e entende que tem condições para continuar. E mantém que não será problema para o clube.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.