Zivkovic volta a querer ser parte da solução

Andrija Zivkovic, 23 anos, chegou à Luz no verão de 2016 após terminar contrato com o Partizan. O sérvio tem um dos ordenados mais altos do plantel graças aos aumentos automáticos ano após ano, de acordo com o fixado no contrato aquando da assinatura.

Na próxima temporada, Zivkovic passará a ganhar qualquer coisa como €4,9 milhões brutos, cerca de €2,5 milhões líquidos. Perante estes valores, o jogador tem-se recusado a deixar o emblema encarnado, mesmo quando em janeiro a SAD lhe ofereceu parte do ano de contrato para rescindir.

O sérvio conta esta época somente com 60 minutos de competição em jogos oficiais, na deslocação à Covilhã para a Taça da Liga, a 3 de dezembro. Esteve para entrar no jogo com o Rio Ave, na passada quarta-feira, mas não deixou de ser significativa a vontade de Bruno Lage de lançar um jogador que esta época quase nada tem contado para o treinador e logo numa altura do jogo em que a águia pressionava o tudo por tudo para chegar à vitória.

«Já disse aos jogadores que eu conto com todos e viram que o Zivkovic ia entrar porque senti que podia ser útil à equipa entre linhas, para procurar a meia distância porque ele tem isso», assumiu o treinador no final da partida com os vila-condenses, dando mais um sinal de que algo está a mudar em relação à aposta no último representante do clã sérvio das águias. «No ano passado, um pouco por culpa dele, houve uma altura em que o Zivkovic desistiu de lutar por um lugar», disse o treinador em dezembro, no final do único jogo em que esteve esta época, lembrando ainda que com ele «joga quem mostra rendimento».

Mensagens tantas e tantas vezes repetidas para um jogador cujo talento é por todos reconhecido mas que nas últimas épocas tem teimado em esconder-se ao ponto de a SAD ter manifestado ainda em janeiro último vontade em dar-lhe parte do contrato que ainda tem para receber e deixar o jogador livre para procurar novo objetivo para a carreira.

Talvez percebendo que os jogos que restam desta época podem ser para ele a última das oportunidades de águia ao peito, na retoma pós-paragem devido à pandemia do Covid-19, Zivkovic voltou ao Seixal mostrando nova atitude, um maior compromisso com a equipa e mais empenho no trabalho diário. Quem sabe na esperança que Bruno Lage lhe reabra a porta da equipa… como por exemplo fez com Adel Taarabt, marroquino que apenas chegou à equipa principal há pouco mais de um ano após um longo apagão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.