Pedro Marques recebeu notícia de retoma da UEFA Youth League com entusiasmo

Em declarações à BTV, Pedro Marques, diretor técnico do Futebol de Formação do Benfica, mostrou-se satisfeito com a retoma da UEFA Youth League. A competição será reatada e terminada no mês de agosto, na Suíça.

Interrompida em 18 de março devido à pandemia de COVID-19, a UEFA Youth League vai ser concluída com a realização de uma “final oito” em Nyon, na Suíça entre os dias 18 e 25 de agosto. O Benfica, recorde-se, terá pela frente os croatas do Dínamo Zagreb nos quartos de final.

Foi uma notícia recebida com entusiasmo, principalmente porque é uma oportunidade de voltarmos aos treinos, de estarmos todos juntos novamente e fazer aquilo que mais gostamos“, comentou Pedro Marques.

“O percurso, este ano, estava a ser fantástico. O primeiro objetivo era chegarmos à final four, mas agora estamos na final eight [final oito]. O desafio é conseguirmos passar às meias-finais, ultrapassando o Dínamo Zagreb, e, se possível, conquistarmos a Youth League“, objetivou.

Benfica-Liverpool

diretor técnico do Futebol de Formação do Benfica recordou a caminhada das águias até agora na prova europeia. “Tivemos jogos fantásticos ao longo do percurso. Os 1-7 em Zenit, a derrota em casa com o Lyon que, para nós, foi um jogo de crescimento, porque esta prova também tem esse objetivo. Esta também é uma oportunidade de expormos os nossos jogadores jovens a outros contextos de desafios internacionais. O último jogo que fizemos foi no Benfica Campus contra o Liverpool, foi aí que carimbámos a passagem para esta fase e agora esperamos dar continuidade ao que já foi feito”, vincou.

Apesar do regozijo demonstrado pelo regresso da UEFA Youth League, Pedro Marques enalteceu que o mais importante é voltar com toda a segurança.

Felizmente não tivemos casos reportados de COVID-19 nos nossos jogadores e agora estamos a aguardar que a Federação, em articulação com o Governo, nos diga quando é que podemos regressar aos treinos e quando é que podemos voltar a preparar a competição. O mais importante nesta fase é voltarmos em segurança e isso vai depender muito da responsabilidade dos jogadoresstaff e de cada um dos envolvidos. Para se ter uma ideia, normalmente as paragens de transição de época duram quatro a cinco semanas para alguns dos jogadores, e nós estamos a contar que vamos estar parados durante umas 16 semanas. Vamos ter tempo para regressarmos em segurança e fazermos uma progressão necessária para chegarmos na melhor condição”, finalizou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.