Final da Taça de Portugal com FC Porto será a 1 de agosto

A Federação Portuguesa de Futebol anunciou que a final da Taça de Portugal, entre Benfica e FC Porto, será realizada a 1 de agosto. O organismo, no entanto, salientou que o local e o horário do jogo só serão anunciados na próxima semana.

Na retoma das competições, devido às restrições impostas pela pandemia de Covid-19, recorde-se, ficou estabelecido que o Estádio Nacional, habitual palco da final, não reunia condições para receber jogos.

Para o Benfica, a edição 2019/20 da Taça de Portugal tem sido assim: jogos bem disputados, com emoção até ao fim, não fosse esta uma das competições mais queridas do panorama nacional. Em 36 finais, o Sport Lisboa e Benfica soma 26 triunfos e coloca-se a uma distância considerável dos rivais directos, Sporting e FC Porto, que conquistaram 17 e 16 Taças, respectivamente.

Foi no Estádio Municipal José Martins Vieira que o Benfica começou a sua caminhada na Taça de Portugal desta temporada. Na 3.ª eliminatória, um triunfo em tons de goleada que começou a ser desenhado por Pizzi. O médio encarnado fez dois golos. Um feito repetido por Vinícius, que também bisou na partida.

O obstáculo dos encarnados na 4.ª eliminatória estava sediado na região do Norte e sub-região do Ave. O FC Vizela, conjunto que nesta época soma bons resultados no Campeonato de Portugal, deu réplica, mas acabou por ser vergado. Samu marcou para os da casa, enquanto Raul de Tomas e Vinícius foram os autores dos golos benfiquistas.

Nos oitavos de final houve jogo grande no Estádio da Luz com o Benfica a receber o SC Braga. Pizzi e Vinícius marcaram para o Benfica. Ferro fez um autogolo.

Mais uma eliminatória, novo adversário da Liga NOS. A sorte ditou que seria o Rio Ave a enfrentar o Benfica nos quartos de final da Taça de Portugal. No Estádio da Luz foram os vila-condenses a inaugurar o marcador. Piazon e Mehdi Taremi marcaram para o Rio Ave. Cervi e Seferovic (2) desferiram os remates certeiros das águias.

Chegavam as meias-finais! Fase da prova discutida a duas mãos, sendo a primeira realizada no Inferno da Luz. Bom futebol, com duas equipas a discutirem o jogo olhos nos olhos. Pizzi marcou aos 53′, Toni Martínez e Pedro Gonçalves apontaram os tentos do FC Famalicão e, na parte de final da partida, Rafa e Gabriel incluíram os seus nomes na lista de marcadores, operando a reviravolta.

O último desafio antes da final ocorreu no passado dia 11 de fevereiro. Apesar de estarem em vantagem na eliminatória, os comandados de Bruno Lage sabiam que não podiam relaxar. O empate (1-1), com golos de Pizzi e Toni Martínez, permitiu ao Benfica validar, três anos depois, a chegada a mais uma final da Taça de Portugal, a 37.ª do seu palmarés.

jogo de todas as decisões, contra o FC Porto (que nas meias-finais superou o Ac. Viseu num agregado de 4-1), está assim aprazado para o dia 1 de agosto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.