News Benfica divulga mensagem do capitão Tomás Barroso

Com o decorrer da história, o ser humano tem repetidamente encarado desafios e provações não só à sua sobrevivência como, acima de tudo, à sua moralidade e solidariedade.

Encontramo-nos, nos dias que correm, a vivenciar um destes desafios. E é-nos pedido que o encaremos. É-nos pedido que, enquanto sociedade, alteremos todos a nossa realidade quotidiana de uma forma nunca experienciada pela maioria de nós.

Eu não fujo à regra: desde o passado dia 12 de março, o meu dia a dia mudou radicalmente. Estou em casa com indicação para não sair a não ser para o indispensável e a cumprir um plano de treino e de fisioterapia adaptado a esta nova realidade. Tenho feito da sala o meu novo ginásio e centro de recuperação, dos meus livros a minha principal distração e as compras são sempre feitas online. É, sem dúvida, uma enorme mudança no que é o estilo de vida de um atleta profissional, muito difícil para quem está habituado ao movimento, ao gastar de energias através do desporto e a lutar cara a cara com o adversário. Infelizmente este é bastante diferente…

Por ora o que mais importa é sermos conscientes, e tentar contribuir, seja de que maneira for, para travar o mais rapidamente possível este surto. É sobretudo nesse sentido, e numa altura em que a informação é escassa e a desinformação muita, que temos de manter a calma e a serenidade, confiando plenamente nas entidades de saúde (são eles os nossos verdadeiros heróis).

Assim, apelo para quatro máximas que acho importantíssimas:

1) Evitar ao máximo sair de casa;

2) Não partilhar informação cuja origem não conheço ou que tenha carácter duvidoso;

3) Seguir as diretrizes de entidades como a Direção-Geral de Saúde ou a OMS;

4) Lavar regularmente as mãos com sabão ou com uma solução alcoólica.

Este é um período atribulado nas nossas vidas. Estamos conscientes da nossa vulnerabilidade e sei que muitos vão sentir-se isolados. A incerteza é enorme, não sabendo o que nos espera o futuro próximo. Contudo, e mesmo separados fisicamente, há muito a fazer, há quem precise da nossa força, do nosso apoio e do nosso contributo. Estamos neste momento dependentes uns dos outros e ninguém pode virar a face a esta batalha.

Mostremo-nos otimistas, sejamos prudentes, permaneçamos sempre vigilantes e, acima de tudo, que estejamos cada vez mais unidos e solidários, em espírito.

Tomás Barroso

P.S.1: É falsa e sem qualquer fundamento a notícia, que hoje faz manchete no jornal “A Bola”, de que o Benfica avançaria para a contratação do jogador uruguaio Leonardo Fernández. Não existe esse interesse, nem agora, nem para o futuro. Aproveitamos para reafirmar que, nas atuais circunstâncias, toda a atenção e todo o foco da administração da SAD e dos órgãos sociais do Clube estão, única e exclusivamente, centrados neste combate de salvaguarda de vidas humanas, correta implementação das medidas de prevenção e contingência e na execução das diferentes iniciativas de solidariedade que são do conhecimento público. Só isso agora importa!

P.S.2: Hoje celebramos os aniversários das glórias Artur Santos (89 anos) e Vítor Martins (70 anos). Parabéns a estes dois símbolos do Sport Lisboa e Benfica!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.