Vampeta acredita que Pedrinho rende mais no meio: “é um camisa 10”

Vampeta, 46 anos, é um dos nomes mais respeitados do Brasil, pelas opiniões sinceras, espontâneas, divertidas e ao mesmo tempo com conteúdo. Aceitou, pois, avaliar o atacante Pedrinho, que o Benfica contratou ao Corinthians para a próxima época por €20 milhões.

Em conversa telefónica, não demorou muito a deixar cair a timidez. «Se tivesse €20 milhões, estaria aposentado há mais tempo. Não ia mexer nos €20 milhões», disparou, rindo-se, depois de questionado sobre que jogador brasileiro contrataria por aquele valor.

Vampeta conhece bem o mercado e entende que o negócio e o dinheiro envolvido são fruto das circunstâncias, afinal «Pedrinho era o jogador que o Corinthians podia vender», referindo-se às dificuldades financeiras do clube. Logo acrescenta: «Espero que tenha melhor sorte Portugal.»

Como assim? Pedrinho não teve sorte no Brasil? Vampeta explica: «Não gosto de vê-lo jogar como ala aberto. Ele tem de jogar no meio, com liberdade, é um camisa 10. É assim que joga na seleção [olímpica].» Vampeta sabe do que fala, acompanha Pedrinho «desde a formação», quando o atacante «jogava pelo meio».

«Na equipa profissional do Corinthians foi sacrificado a jogar como ala, com obrigação de recuar no terreno para marcar. Tem muita qualidade técnica, remata bem fora da área e, agora, tem de evoluir no futebol português, com minutos em campo. O Benfica é um dos maiores clubes da Europa, com torcida gigante e joga sempre para a frente. O padrão de jogo do Corinthians, nos últimos 10 anos, apesar de ser um clube grande, tem sido muito diferente. Com FC Porto, Sporting e SC Braga, o Benfica briga por títulos. A forma de jogar do Corinthians nos últimos 10 anos prejudica os atacantes», argumentou, não demorando muito a identificar alguém parecido na forma de jogar de Pedrinho: «De quem jogou aí em Portugal, que eu conheço, talvez o Roger, por ser canhoto, mas o Roger jogava mais solto. Pedrinho tem muito para dar. Ele está muito à frente do Antony [extremo de 20 anos do São Paulo], do Pepê [extremo de 23 anos do Grêmio] ou do Jean Pyerre [médio-ofensivo de 21 anos do Grêmio]. É também profissional há mais tempo.»

Jorge Jesus considera haver no Brasil melhores jogadores que Pedrinho, contratado pelo Benfica ao Corinthians por €20 milhões, para a posição de extremo, citando Everton Cebolinha (Grêmio), Dudú e Rony (ambos Palmeiras) e Michael (Flamengo). Vampeta, antigo internacional brasileiro, discorda da análise do treinador do Flamengo.

«Jesus está aqui há pouco tempo, acompanhou Pedrinho a jogar numa posição diferente da dele. Pedrinho é camisa 10, tem de jogar por dentro. Cebolinha e Rony são velocistas. O Pedrinho tem qualidade a jogar por dentro, para ser ele a meter a bola nesses jogadores rápidos», justificou.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.