Grimaldo: "Faço parte de um clube com exigência máxima"

Alejandro Grimaldo, 24 anos, concedeu uma entrevista ao jornal espanhol Marca na qual fala sobre a experiência que leva no Benfica, desde o momento atual, à saída de jogadores e também do fracasso na Liga dos Campeões.

«Dificilmente podemos fazer. Perdemos em casa com o FC Porto, mas ganhámos a todos os outros», começa por recordar sobre o percurso interno, sendo de imediato questionado sobre a falta de andamento evidenciado na Liga dos Campeões:

«O Benfica é uma equipa forte, com jovens, mas saíram grandes jogadores e é difícil enfrentar isso. Os clubes pagam muito, mas estamos a contratar bem e esperamos ir longe na Liga Europa.»

No plano pessoal, o lateral-esquerdo continua a sentir que deixar o Barcelona para representar o Benfica foi a melhor decisão que poderia ter tomado, bem expresso com a recente renovação de contrato até 2023. «O Benfica quis renovar e estou muito contente. Não sei o que pode acontecer no futuro, mas estou muito bem. Esta é a minha quarta temporada aqui, ganhámos muitos títulos e faço parte de um clube com exigência máxima», disse.

Grimaldo vincou ainda que continua a trabalhar para chegar à seleção espanhola, pese embora a forte concorrência de jogadores como Jordi Alba, Gayá, Bernat e Reguilón. «Todos queremos ir e esforçamo-nos para isso. É difícil, há concorrência, mas é uma das minhas metas. Vou trabalhar ao máximo para ter essa oportunidade e, caso não seja chamado, trabalharei ainda mais», prometeu.

Álex Grimaldo traça o perfil de João Félix, da mesma forma que fala da passagem de Raul de Tomas pelo Benfica. Pelo meio, ainda fala dos muitos jogadores que têm saltado para a ribalta provenientes da formação.

Gedson foi o mais recente jovem a deixar o clube, mas na entrevista logo saltam os nomes de João Félix, Bernardo Silva, Nélson Semedo e Renato Sanches. Qual o segredo? «É mérito do presidente, que cuida dos mais jovens. As instalações e tudo o que envolve o clube é magnífico e isso ajuda muito», começou por referir.

Logo surgiu a questão: Quem é a próxima pérola? «Temos jovens muito bons. Tomás Tavares, lateral direito, pode ser a próxima pérola, mas também há outros com muita qualidade no clube. O Benfica cuida muito bem dos jogadores, ganhas títulos e isso ajuda-te a dar o salto para a La Liga ou para a Premier League, campeonatos onde todos gostariam de jogar», disse.

No verão passado, João Félix rumou ao Atlético Madrid por 120 milhões de euros, mas ainda não tem justificado o investimento. «Creio que lhe falta adaptação. O sistema de Simeone e do Atlético Madrid é complicado, diferente do que tem o Benfica. Precisa de tempo, mas João é um grande jogador e não duvido que triunfará em qualquer clube», apontou.

E Raul de Tomas? «Não é fácil jogar no Benfica. Não teve sorte e foi para o Espanhol. Desejo-lhe o melhor, pois é um grande jogador.»

Já na presente abertura do mercado falou-se da possibilidade de o Benfica avançar para a contratação de Mariano, jogador que tem tido pouco espaço no Real Madrid. Encaixaria no Benfica? Ficou a opinião de Grimaldo: «Acredito que sim, mas a Raul, que é um grande jogador, custou-lhe. Teria de trabalhar…»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.