Benfica Play foi apresentada em direto à imprensa

Chegou o dia da apresentação do Benfica Play, o projeto de conteúdos exclusivos que vai desvendar todos os bastidores e histórias do Universo Benfica. Foi possivel acompanhar em direto a cerimónia de lançamento no balneário do futebol profissional no Estádio da Luz. Toda a cerimónia acíma no vídeo.

Estiveram presentes vários jornalistas, que colocaram as suas questões e dúvidas acerca da novidade das aguias, e não só.

O novo serviço dos encarnados estará disponivel hoje a partir das 21h, e pode ser descarregada a App a partir do portal oficial do clube. É necessária uma subscrição para aceder aos conteúdos.

Na conferência de Imprensa de lançamento, que decorreu no balneário do futebol profissional no Estádio da Luz (ver vídeo acima), Domingos Soares de Oliveira explicou todos os detalhes do BPlay. “O Benfica Play arranca hoje [quinta-feira] às 21h00 e a forma de subscrição tem de passar pelo Site do Benfica. É lá que se faz essa subscrição e depois descarrega-se a aplicação, sendo que no primeiro mês os conteúdos serão gratuitos”, informou o administrador-executivo da SAD. 

Porquê lançar o Benfica Play agora?

Entendemos que há uma emergência nos conteúdos que ligam os adeptos com os clubes. Já há bastante tempo que olhávamos para os conteúdos de uma forma diferente e entendemos que ter algo absolutamente exclusivo era fundamental para estarmos mais perto dos nossos adeptos. Esta aposta em conteúdos diários exclusivos, que podem ter vários tempos de duração, é uma tendência que já se observa em vários países. Vamos ser o primeiro clube em Portugal a responder a esta tendência, fazendo-o com equipas que são nossas. A tendência no digital será cada vez maior. Esta aposta foi feita pelo Benfica há cerca de três anos. Começámos a inverter aquilo que eram os nossos processos internos e o nosso relacionamento com os adeptos. Os conteúdos que os Benfiquistas vão conseguir ver no Benfica Play não são os conteúdos que veem na BTV, nem do Site Oficial. O Benfica Play funcionará muito à volta daquilo que é exclusivo. Toda a vivência do Benfica vai estar disponível nesta plataforma.

Apresentação Benfica Play

Quando é que arranca e como é que os adeptos podem ter acesso a esta plataforma?

O Benfica Play arranca hoje às 21h00 e a forma de subscrição tem de passar pelo Site do Benfica. É lá que se faz essa subscrição e depois descarrega-se a aplicação, sendo que no primeiro mês os conteúdos serão gratuitos.

Qual será o maior desafio? Alimentar a plataforma diariamente ou corresponder às exigências dos adeptos?

No Benfica a exigência é máxima. Vamos tentar atrair efetivamente as pessoas, ou seja, o conteúdo tem de ser algo de que gostem. Um conteúdo pelo qual o adepto do Benfica esteja disposto a pagar. O projeto é feito com meios próprios e tem de ter uma determinada rentabilidade. Se conseguirmos que as pessoas assistam ao conteúdo diariamente, e com isso alimentar-lhes a paixão, teremos efetivamente um grande sucesso.

Apresentação Benfica Play

Porquê lançar uma nova aplicação e não divulgar os conteúdos no Site Oficial ou na BTV?

A tendência no futuro é que os conteúdos tenham cada vez mais valor. Nunca deixaremos de ter o Site com a relevância que ele tem, nem nunca deixaremos de ter a BTV com a importância que ela tem. No futuro, uma parte significativa das receitas dos clubes virá através da exclusividade ou não exclusividade de conteúdos. Queremos que a plataforma seja financeiramente atrativa para o Benfica.

Sendo os conteúdos diferenciados, não poderá haver aqui informações que poderão ficar fora de alcance dos adeptos e da Comunicação Social?

Nós não mexemos em nada daquilo que é o acesso que os Órgãos de Comunicação Social têm. Estamos a dar um passo em frente relativamente a algo que ninguém conhece. As pessoas vão ter acessos a conteúdos que os jornalistas não conseguem ter porque não estão dentro do balneário, não estão no Seixal, mas também não nos passa pela cabeça que a organização tenha as portas abertas em todos os dias e em todos os momentos. Estamos a acrescentar algo e não a subtrair. Os Órgãos de Comunicação Social também vão beneficiar destes conteúdos, não tanto em termos de receita sobre os nossos conteúdos, mas poderão ter mais conteúdos para escrever e para reportagens em cima daquilo que vamos disponibilizar.

Apresentação Benfica Play

Os jogadores lidam bem com esta entrada de câmaras e de pessoas que não são de todo estranhas, porque já trabalham no Benfica? Como é que se mantém a naturalidade de um balneário?

O facto de estarmos a fazer esta apresentação dentro do balneário da equipa principal de futebol já mostra uma mudança de mentalidade. Este é um espaço sagrado para os jogadores e equipas técnicas e trazer-vos [jornalistas] hoje aqui é um simbolismo que mostra a mudança de mentalidade. Este é um processo de aprendizagem para todos. Gostava de falar-vos de uma pessoa que tem sido um dos líderes deste projeto. Essa pessoa é o Ricardo Lemos. O Ricardo viveu a vida de jornalista, de diretor de comunicação do futebol profissional, portanto, era ele que impunha as principais barreiras sobre o que se podia dizer, ver, filmar, etc. Ele é que conhece esta realidade dentro de um balneário. É uma mudança grande na mentalidade, mas também nos comportamentos internos, transformando aqui o Ricardo num pivô entre os conteúdos que estamos a disponibilizar e a abertura de portas que temos de conseguir.

Apresentação Benfica Play

Quando falou deste projeto na Web Summit disse que seria uma espécie de Netflix do Benfica. Há algum exemplo no mundo, ou o Benfica está a ser pioneiro?

Os grandes clubes têm uma intenção de trabalhar melhor a questão de conteúdos, isso é um facto. Tal como tinha dito, alguns clubes utilizam plataformas para criarem estes conteúdos. No Benfica será diferente. Seremos nós a criar. Do que temos visto até agora, todos os outros clubes têm conteúdos, todavia, não são diários. Por vezes são conteúdos antigos que são transformados. No Benfica todos os dias haverá algo novo. Estamos aqui a ser pioneiros na forma como disponibilizamos os conteúdos e nos objetivos que temos.

Este projeto dependerá do sucesso de uma grande equipa de futebol?

Quando definimos uma estratégia de internacionalização do Benfica há várias componentes que têm de se reunir. A primeira é que temos de ter uma equipa que seja uma boa em termos europeus. Não podemos ter uma ambição ao nível europeu e depois ter uma fraca performance nas competições europeias. Conseguindo estar nos melhores palcos, indo o mais longe possível nas competições é que poderemos ter, efetivamente, esse projeto europeu. O segundo aspeto que tem de estar ligado a isto é que a minha equipa tem de estar disposta a movimentar-se. Durante muito tempo nesta casa assumiu-se um princípio de que fazíamos a pré-época em Portugal, depois dois jogos no Algarve, um jogo em Setúbal e, por fim, regressávamos ao Estádio para fazer a apresentação. Temos de dar um passo mais trabalhoso, cansativo e exigente, que é irmos para os Estados Unidos como temos ido, amanhã irmos para a Ásia, portanto, há que ter esta capacidade quando há “breaks”; seja na pré-época ou durante a competição, há que ter essa disponibilidade. O terceiro aspeto é que o Benfica tem de poder ser visto lá fora. Isto significa que a BTV e estes conteúdos têm de chegar o mais longe possível. A nossa expectativa é que hoje não dependemos da NOS ou da Altice para uma subscrição do Benfica Play como dependemos para uma subscrição de BTV. A expansão que vamos ter do ponto de vista da captação Benfiquistas fora de portas tendencialmente será maior que aquela que teremos com clientes da BTV.

Apresentação Benfica Play

Para este mercado de inverno há uma mudança de mentalidade no Benfica para comprar jogadores não focando apenas nos potenciais reforços vindos do Benfica Campus?

Queria concentrar mais no tema de hoje, que é o Benfica Play, mas, em termos de jogadores, queremos ter sempre os melhores dentro daquilo que seja possível de ter relativamente àquilo que é a nossa capacidade financeira. Hoje o Benfica tem uma capacidade financeira diferente e pode ir ao mercado de uma forma distinta, portanto, pode fazer investimentos neste projeto, algo que no passado não poderia.

Como está o processo da Rádio Benfica? Em que moldes vai avançar?

A decisão foi tomada no sentido de avançarmos para uma rádio digital e não uma rádio tradicional, isto em função do custo-benefício. Os trabalhos continuam a avançar, temos as instalações quase prontas, portanto, nos próximos meses a Rádio Benfica será uma realidade.

Preços: Benfica Play

 SócioAdepto
Valor mensal1,99€2,99€
Valor semestral10,99€16,50€
Valor anual19,99€29,99€

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.