2019 marcou o melhor Pizzi de sempre

O 2019 de Pizzi é sinónimo de mar de golos, assistências e muito perfume futebolístico espalhado pelos relvados onde atuou milhares de minutos. O Site Oficial mostra-lhe os grandes números do 21 do Benfica, que neste último ano civil casou o total de jogos com o da participação em golos.

Ao fazer a retrospetiva de 2019 é “obrigatório” parar, pensar e recordar o extraordinário ano que Pizzi realizou ao serviço do Sport Lisboa e Benfica. Com 30 anos completados no dia 6 de outubro, o médio encarnado está lançado na sua melhor temporada de sempre ao nível profissional (19 golos na época 2019/20 são já um novo máximo na sua carreira).

Gráficos Balanço Ano Pizzi

É uma das peças mais utilizadas por Bruno Lage no xadrez tático das águias. Ao todo, em 2019, somou 4135 minutos de utilização em 53 jogos pelo Benfica (fora tempo de compensação), o que significa que faz em média cerca de 80 minutos por partida. Foi o terceiro jogador de campo com mais tempo de jogo no ano, apenas superado por Grimaldo e Rúben Dias.

Alinhou em 53 jogos da equipa encarnada e participou diretamente, a finalizar ou no último passe, em 53 golos.Coincidência? Talvez… Um “casamento feliz” que culminou em dois números: 27 remates certeiros e 26 assistências.

Dos 27 golos com assinatura de Pizzi (números fantásticos para um médio) no ano civil, 19 foram rubricados no Campeonato (é, a par do seu companheiro Vinícius, o melhor marcador da Liga NOS 2019/20, com 11 tentos), três na Liga dos Campeões, três na Taça de Portugal e dois na Supertaça.

Gráficos Balanço Ano Pizzi

O médio benfiquista, que faz magia com os dois pés pela qualidade que imprime nos remates e nos passes, executou ainda 26 assistências nas mais diversas competições oficiais. O número que enverga na camisola é o mesmo dos passes para golo que efetuou no Campeonato Nacional: 21. Ainda contribuiu com passes certeiros na Liga dos Campeões, na Liga Europa, na Taça de Portugal e na Supertaça.

Gráficos Balanço Ano Pizzi

Faro para o golo

No ano civil que agora finda é difícil encontrar um jogo em que Pizzi não tenha marcado ou não tenha assistido, mas vamos por partes. Em 2019 o camisola 21 das águias fez seis “bis”, e as vítimas foram Braga (duas vezes), Sporting, Paços de Ferreira, Cova da Piedade e Famalicão.

Ao rever os jogos em que acertou mais vezes no alvo é importante verificar também os adversários a quem mais marcou, e nesse particular há dois conjuntos “preferenciais”.

Gráficos Balanço Ano Pizzi

Comentamos que Pizzi tem dois pés direitos porque as suas exibições mostram que pé preferencial é… relativo. Corroborando este dado está o facto de o atleta benfiquista ter (no Campeonato e em lances com a bola em movimento) mais golos com o pé esquerdo (5) do que com o direito (4). Nos gráficos abaixo mostramos-lhe como Pizzi marcou os 27 golos nas competições oficiais de 2019 e ainda em que parte dos jogos (segunda) fez as redes adversárias balançarem mais vezes.

Gráficos Balanço Ano Pizzi

Dom de bem servir

Além de dividir com Vinícius a liderança dos melhores marcadores da Liga NOS 2019/20, Pizzi é também o jogador com mais assistências (7) na prova em curso. O ano de 2019 ficou marcado por vários passes fantásticos que foram meio golo. É impossível esquecer aquele passe de primeira que realizou recentemente no Bessa… Uma bola longa que rasgou por completo a defesa axadrezada e culminou no golo de Vinícius.

Totalizou 26 assistências em 2019, mas houve um jogo em que o dom de bem servir foi ainda mais notório do que o habitual. Na gloriosa vitória sobre o Nacional por 10-0, o camisola 21 das águias marcou um golo e ainda realizou um “póquerde assistências (quatro) nesse mesmo desafio.

Rafa, Rúben Dias, João Félix (4), Seferovic e Vinícius (3) foram os jogadores que mais aproveitaram os passes de excelência realizados pelo internacional português ao longo do ano.

Gráficos Balanço Ano Pizzi

Importância nos resultados

Analisados os golos marcados e as assistências efetuadas, é importante também verificar os jogos em que estas ações realizadas por Pizzi foram decisivas para o resultado. O médio realizou 53 jogos em 2019 e teve influência, com golos ou assistências, em 31.

Há alguns jogos que ficaram mais vincados na memória da Família Benfiquista. Quem não se recorda do jogo no Dragão, realizado a 2 de março de 2019, a contar para a 24.ª jornada da Liga NOS 2018/19. A ação de Pizzi foi fundamental pela forma como, esperando pelo momento certo, colocou o esférico por baixo das pernas de Herrera e assistiu Rafa para o golo da vitória (1-2).

Para além de ter resolvido diversos jogos, Pizzi também teve preponderância no desbloqueio de várias partidas, ou, melhor dizendo, em que marcou o primeiro golo ou assistiu para o primeiro tento das águias nos desafios. O 21 “abriu caminho” em 16 encontros (ofereceu dez golos e marcou seis).

Todas as ações do internacional português tiveram a sua importância, mas recordamos o excelente passe longo, em arco, que descobriu Rafa ao segundo poste para abrir o marcador do Benfica-Sporting, a contar para a Supertaça 2019. Um jogo (e uma conquista) que contou ainda com mais uma assistência e um golo de Super-Pizzi.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.