Nunca o Benfica teve tantos pontos à 14ª jornada

É um Benfica inspirador, confiante e de grandes marcas nas maiores ligas da Europa. Em 2019/20 o Campeão Nacional orientado por Bruno Lage tem a melhor pontuação de sempre à 14.ª jornada do Campeonato, desde que (em 1995/96) a vitória passou a valer três pontos.

À passagem do Natal, os números não enganam! Este Benfica sabe muito bem o que quer e como consegui-lo! As águias mantêm firmes aspirações nas três provas em que estão inseridas – Liga Europa, Taça de Portugal e Liga NOS – com os números a mostrarem consistência e ambição.

Centremo-nos na Liga NOS e nos números da 14.ª jornada… E que números! O Benfica passou este Natal com a melhor pontuação em 14 jogos. São 39 pontos em 2019/20 fruto de 13 vitórias, com um total de 37 golos marcados e somente cinco sofridos.

Bruno Lage

Olhando para a classificação geral, as águias estão bem no topo, com quatro pontos de vantagem sobre os azuis e brancos e 13 sobre o Sporting. É assim que a equipa orientada por Bruno Lage vai entrar em 2020 – o primeiro jogo oficial no novo ano, recorde-se, está agendado para 4 de janeiro no Estádio D. Afonso Henriques, reduto do Vitória de Guimarães.

Além de líder da tabela classificativa, o Benfica é dono do melhor ataque e da melhor defesa,tem os melhores marcadores (Pizzi e Vinícius, ambos com 11 golos) e ainda dois dos três jogadores que mais passes para golo executam na prova (Pizzi, com sete assistências, e Grimaldo, com seis).

São factos impressionantes e que justificam o motivo de este ser o melhor Natal de sempre à 14.ª jornada desde 1995/96, números vincados e fechados (para já) no dia 14 de dezembro, na Luz, onde o Benfica venceu o Famalicão por 4-0. Vinícius (39′), Pizzi (48′ e 63′) e Caio (89′) assinaram os golos do triunfo por 4-0.

Ora, vamos aos números novamente e tiremos conclusões! Sendo esta a melhor de sempre, está obviamente acima da pontuação que obteve em épocas que terminaram com a conquista de título nacional. Olhemos então para a última década, onde desde 2009/10 o Glorioso conquistou seis títulos nacionais. Lembra-se de como estava o Benfica à 14.ª jornada em cada uma dessas temporadas de sucesso?

Benfica-Famalicão

BENFICA À 14.ª JORNADA

 Época Pontos Golos marcados e sofridos
 2019/20 39 37-5
 2018/19* 32 31-13
 2016/17* 35 30-8
 2015/16* 31 34-10
 2014/15* 37 31-7
 2013/14* 33 27-12
 2009/10* 33 38-9

* Época em que foi Campeão Nacional

Jonas

2018/19: 32 pontos (-7)

A época da Reconquista! Traçada a meta, o Benfica, com Bruno Lage aos comandos (o primeiro jogo data de 6 de janeiro de 2019), fez história numa temporada brilhante recuperando ponto após ponto, demonstrando ambição e muita competência.

Fechou 2018/19 com 87 pontos e ainda uns espetaculares 103 golos marcados e 31 sofridos (+72). Para trás ficaram FC Porto (85 pontos) e Sporting (74)… Mas à 14.ª jornada o cenário era outro, com as águias a somarem 32 pontos, menos quatro do que o 1.º classificado de então, o FC Porto… e menos sete do que na corrente época.

14.ª jornada do Campeonato Nacional

2016/17: 35 pontos (-4)

Época histórica e para a História, com o Benfica a conquistar o inédito Tetra. À 14.ª jornada, as águias viajaram até ao Estádio António Coimbra da Mota para defrontar e vencer o Estoril. Um golo solitário de Raúl Jiménez, aos 61′, de grande penalidade, chegou.

O desafio foi a 17 de dezembro e os encarnados somavam então 35 pontos, 30 golos marcados e oito sofridos (+22), mais quatro pontos do que o 2.º classificado (FC Porto), mais seis do que SC Braga (3.º)… mas menos quatro pontos do que na atual época 2019/20.

O Glorioso acabaria por fechar a Liga bem no topo, com 82 pontos alcançados, 72 golos marcados e 18 sofridos (+54), com FC Porto no 2.º posto (76 pontos) e o Sporting no 3.º (70).

14.ª jornada do Campeonato Nacional

2015/16: 31 pontos (-8)

A época do Tricampeonato! Com a saída de Jorge Jesus chegou à Luz Rui Vitória. As primeiras jornadas da Liga não foram fáceis e à 14.ª o título nacional parecia uma miragem, com o Benfica (31) a cinco pontos do líder FC Porto e a quatro do 2.º classificado, o Sporting… Ou seja, com menos oito pontos do que os 39 da atual 2019/20!

Jonas, com 32 golos, sagrou-se o melhor marcador a prova, o mesmo Jonas que bisou (4′ e 81′) e assistiu Raúl Jiménez (83′) na vitória das águias perante o Rio Ave, no dia 20 de dezembro, na Luz, por 3-1, na 14.ª jornada. As águias festejariam o título nacional com 88 pontos somados, 88 golos marcados e 22 sofridos (+66)… com Sporting em 2.º lugar (86 pontos) e FC Porto a fechar o pódio (73 pontos).

14.ª jornada do Campeonato Nacional

2014/15: 37 pontos (-2)

O Benfica sagrou-se Bicampeão Nacional! O 34.º título da história do Clube foi conquistado com muito mérito, com as águias a totalizarem 85 pontos, 86 golos marcados e 16 sofridos (+70), deixando a concorrência de FC Porto (82 pontos) e Sporting (76) para trás.

À 14.ª jornada os encarnados lideravam de forma isolada (37), com mais seis pontos do que FC Porto (31) e mais nove do que SC Braga (28). Tinha menos dois pontos do que os atuais 39. No dia 21 de dezembro de 2014, o Benfica recebeu e venceu o Gil Vicente, com Nico Gaitán, aos 29’, a assinar o golo que valeu mais três pontos no fecho da 14.ª ronda.

14.ª jornada do Campeonato Nacional

2013/14: 33 pontos (-6)

Após três temporadas, o título voltou à Luz! Sob o leme de Jorge Jesus, as águias terminaram a prova com um total de 74 pontos, com 58 golos marcados e 18 sofridos (+40), deixando para trás Sporting (67 pontos) e FC Porto (61 pontos). Um título dedicado aos malogrados Eusébio e Coluna, uma vitória plena de mérito… mas à 14.ª jornada reinava o equilíbrio. Em 20 de dezembro de 2013, os encarnados viajaram até ao Bonfim. Perante o Vitória de Setúbal venceram com golos de Rodrigo (54’) e Lima (69’ gp). No fecho da 14.ª ronda, Benfica, FC Porto e Sporting estavam empatados com 33 pontos no topo da tabela classificativa. As águias tinham obtido até então 33 pontos, com 27 golos marcados e 12 sofridos (+15)… Comparando, eram menos seis pontos do que agora!

14.ª jornada do Campeonato Nacional

2009/10: 33 pontos (-6)

Cinco anos volvidos, o título voltou a ser festejado na Luz! À 14.ª jornada, clássico na Catedral, com o Benfica, na altura comandado por Jorge Jesus, a receber e a vencer o FC Porto. No dia 20 de dezembro, perante casa cheia, Saviola, aos 23 minutos, assinou o golo que valeu os três pontos do triunfo para os encarnados. Na altura, o Benfica somava 33 pontos – estava em igualdade com o SC Braga –, menos seis do que em 2019/20, e apresentava 38 golos marcados e nove sofridos (+29). Até ao final do Campeonato, o Benfica somaria apenas um empate em Setúbal (1-1) e uma derrota no Dragão (3-1)… e sagrar-se-ia Campeão com 76 pontos (mais cinco do que o Braga, 2.º classificado), 78 golos marcados e 20 sofridos (+58). Óscar Cardozo, com 26 golos, foi o rei dos goleadores.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.