Plantel encarnado vai emagrecer em janeiro

O plantel tem nesta altura 29 jogadores contando com os três guarda-redes.

É público que o treinador do Benfica quer ter menos opções, de forma a ter menos gente insatisfeita por não jogar, ao mesmo tempo que ganha espaço para promover jovens atletas à equipa principal. Foi a falha neste emagrecimento no verão, que devolveu jogadores como Tiago Dantas de regresso à equipa B.

Fejsa, Zivkovic e Conti parecem cartas fora do baralho nas contas de Bruno Lage, o que reduz o número de atletas para 26.

Com apenas três centrais após a saida de Conti, Morato poderá ficar sempre na linha da frente para ser chamado. Pedro Álvaro também espreita a sua oportunidade.

Na baliza Zlobin ou Svilar continuam a não ser opções de valor igual ou aproximado de Odysseas. Pode haver aqui também novidade. O russo vem jogado a Taça de Portugal e Taça da Liga. É também escolha assídua no banco de suplentes para a Liga NOS e jogos europeus. Deve ficar no plantel e continuar a aprender em casa. Já Svilar vai jogando com mais regularidade na equipa B. Tem mais ação mas defronta adversários de calibre inferior. Um eventual empréstimo pode estar na calha.

Nas laterais estamos servidos, caso não haja nenhuma cláusula batida por Grimaldo.

Relativamente aos extremos, e com o regresso de Rafa, as águias terão disponíveis os mesmos: Pizzi, Rafa, Cervi, Caio Lucas. Sabendo que outros jogadores podem descair para estas posições, como Taarabt, Chiquinho, Gedson Fernandes ou Tiago Dantas, a SAD pode estar aqui a planear uma entrada que acrescente valor e que seja nativo numa destas posições. Adivinhamos que, a acontecer, seja para o lado esquerdo.

No miolo é que as opções são mais que muitas. Mesmo com a saida de Fejsa. Nesta altura as apostas estão a ir para a dupla Gabriel e Taarabt, mas existem também Samaris, Gedson Fernandes, Florentino, Chiquinho, Tiago Dantas, David Tavares, e até Pizzi pode, como já o fez no passado, derivar para o centro do terreno. Como aliás já o faz de forma dinâmica durante os jogos.

No ataque parece que nada mudará. Carlos Vinícius continua a marcar golos como se não houvesse amanhã. Seferovic mantém o estatuto conquistado na época passada quando se sagrou o melhor marcador da Liga NOS. Já Raúl de Tomás, é previsivel que exploda a qualquer momento. A classe está lá. A qualidade também. E o golo surgiu finalmente em Setúbal.

Igualmente para o ataque, e novamente no âmbito das diferentes dinãmicas em campo, lançadas consoante as características do adversário a defrontar, Bruno Lage sempre disse que via Rafa e Jota alternativas para ajudar neste sector. Como tem vindo a fazer Chiquinho com o sucesso que é conhecido. Ainda assim, Gonçalo Ramos já começa a aparecer nas opções a ver e apostar num futuro próximo. O miúdo de 18 anos leva já 12 golos esta temporada, entre UEFA Youth League, 2ª Liga, Liga Revelação e seleções.

Nuno Alexandre Costa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.