Entre estreias e regressos, jogo de Setúbal serviu para tirar dúvidas

O empate em Setúbal, da forma como aconteceu, e aliado ao triunfo vimaranense no outro jogo do mesmo grupo frente ao Sporting da Covilhã, deixou um amargo de boca. Eram poucas as chances de apuramento, mas até que ainda pairou no ar uma ligeira chance.

Mas Bruno Lage já tinha deixado antever, na conferência de imprensa antes deste jogo, que iria manter a mesma linha estratégica pensada para jogos desta competição. Para o mister, esta competição é vista como uma oportunidade de dar minutos a outros jogadores menos rodados, ou dar oportunidades de alguns aparecerem e mostrarem valor para reclamar mais oportunidades.

O onze escolhido foi mesmo isso. Seis jovens formados no Seixal, mais um (Morato) fruto da nossa prospeção de jovens valores. Foi uma equipa com pouca rotação aquela que tinha o desígnio de deixar uma última imagem das águias em 2019. Até nem faltou a titularidade com golo de Raúl de Tomás, e o grande golo “Made in Benfica” de Jota.

Pouco falado, foram as ausências de Fejsa ou Zivkovic. A dupla sérvia parecia ter aqui nova chance de jogar, pois era um jogo mesmo feito para jogadores na situação (de pouco utilizados) em que se encontram. Nem vê-los. Com eles falhou também este jogo o defesa-central argentino Germán Conti. nenhum destes três figura na lista de indisponíveis por motivos clínicos.

A ausência destes três jogadores só pode ser vista de uma forma. Todos estarão na porta de saída da Luz já no mercado de janeiro. O próprio Bruno Lage, quando questionado sobre reforços em janeiro, deixou antever antes a necessidade de encurtamento do plantel, como tinha previsto ter feito no verão e não conseguiu em tempo útil.

Podem até ser mais a sair, mas nesse caso talvez seja plausível pensar que alguém deve mesmo chegar para reforçar o plantel. Ou de fora, ou promovido da equipa B.

Foi talvez nesse sentido que o treinador nascido em Setúbal terá estreado dois atletas nesta noite. O jovem defesa-central brasileiro Morato, de 18 anos, estreou-se a titular pelo Benfica, em mais uma aposta do treinador Bruno Lage.

Morato vem a jogar na equipa B e na Youth League, mas vinha a ser acompanhado com atenção por parte de Bruno Lage, que decidiu apostar no brasileiro para o encontro com os sadinos.

O jovem Tiago Dantas também teve a oportunidade de fazer alguns minutos na equipa principal perto do final do jogo. Já o jovem médio David Tavares jogou também frente ao Vitória de Setúbal, e isso já não acontecia desde a partida frente ao Leipzig, para Liga dos Campeões, em setembro.

No banco estiveram ainda outros dois jovens que não tiveram a oportunidade de entrar e também eles se estrearem. Falamos do avançado internacional sub-19 português Gonçalo Ramos, e do defesa-central Pedro Álvaro. Também o defesa-direito João Ferreira não saiu do banco.

2020 pode ser marcado por mexidas no plantel. Saídas, entradas e/ou promoções.

Nuno Alexandre Costa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.