Hacker portista Rui Pinto insiste em acusar águias de tudo

O hacker Rui Pinto, que continua em prisão preventiva, concedeu uma entrevista ao «Der Spiegel, onde teceu duras críticas ao medo da polícia e ministério público sobre a informação que descobriu. 

«O futebol é intocável. As autoridades protegem essa indústria. Veja o exemplo do maior clube português, o Benfica. É como um polvo, cujos braços abrangem a toda elite de Portugal. O clube está intimamente ligado à polícia, às forças judiciais e à política. Recebem regularmente bilhetes VIP para os jogos do Benfica. Seria um enorme conflito de interesses se eles tivessem que examinar seriamente o clube», afirmou Rui Pinto, em entrevista à revista alemã «Der Spiegel».

Sobre o medo de ser revelado o que ele descobriu.

«As autoridades portuguesas têm medo do que eu sei. É por isso que não posso perder a cabeça em nenhuma circunstância. Há autoridades de outros países que estão dispostas a cooperar comigo e a usar a informação que eu tenho para resolver crimes no mundo do futebol. Não é incrível? Em Portugal, não só os denunciantes são criminalizados como as pessoas que os querem apoiar.»

A acção do Ministério Público.

«A Procuradora disse-me que a única coisa que queria de mim como cooperação era que me assumisse culpado. Ela não quer utilizar a informação do Football Leaks, apesar de ter imensas provas de crimes no mundo do futebol.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.