Craques unânimes sobre a justiça do resultado

O Benfica segue na liderança da Liga NOS após triunfo, por 1-2, perante o Santa Clara, em partida da 11.ª jornada da prova. Em São Miguel, as águias estiveram a perder, mas Vinícius e Pizzi concretizaram a reviravolta encarnada.

O internacional português foi determinante na conquista dos três pontos, tendo sido considerado o Melhor em Campo. O camisola 21 das águias assistiu Vinícius para o empate, aos 54’, com um cruzamento rasteiro na direita, e aos 78’ concretizou a reviravolta no marcador após passe açucarado de Seferovic. Foi a 5.ª vez nesta época que Pizzi marcou e assistiu no mesmo jogo – Sporting (Supertaça), Paços de Ferreira, Belenenses, Rio Ave e Santa Clara (Liga NOS).

“Já sabíamos que o Santa Clara nos ia dificultar muito a vida. Tem bons jogadores e é difícil jogar neste campo. Não fizemos uma primeira parte de acordo com o que queríamos e pretendíamos, mas tivemos uma grande entrada na segunda parte, uma grande reação e acabámos por vencer um jogo bastante complicado. A vitória é inteiramente justa porque fizemos por isso”, começou por dizer o médio internacional português.

Olhando para o desafio e questionado face a uns primeiros 45 minutos complicados, Pizzi explicou os motivos.

Cada vez é mais difícil jogar contra as equipas da I Divisão. Todas as equipas têm excelentes jogadores, muito bons treinadores como este do Santa Clara. Cada vez é mais difícil, cada vez temos mais dificuldades em entrar, porque eles fecham-se muito bem. Tivemos uma reação muito boa e conseguimos dar a volta a um jogo que estava bastante complicado, e temos de dar os parabéns a este grupo de trabalho. Acabamos esta série de jogos com mais uma vitória, estamos na liderança e é o que queríamos”, explicou de forma taxativa o melhor marcador da Liga NOS, agora com 8 golos somados na prova, 13 na temporada.

Pizzi

E por falar em golos… pensa em ser o melhor marcador do Campeonato?

“Não penso nisso! O mais importante é sempre ajudar a equipa a conquistar os três pontos e foi isso que aconteceu. Tive a felicidade de fazer a assistência para o Vinícius e depois marcar o golo que nos deu a vitória. Quero dedicar este golo a Cristian, Wilmer e Keven, que são três meninos que nos apoiaram desde o primeiro momento”, concluiu Pizzi, que esta noite somou a 4.ª assistência na presente edição da competição.

No final da partida, na zona mista, André Almeida falou do triunfo por 1-2 diante do Santa Clara, no Estádio de São Miguel. Deu mérito aos insulares pela entrada em jogo, mas falou em vitória justa.

“Entrámos com uma boa proposta de jogo, a tentar explorar a profundidade. Eles conseguiram anular bem isso na 1.ª parte, fizeram o golo, um excelente golo. Reagimos bem na 2.ª parte, mantivemos a pressão e conseguimos a reviravolta”, frisou.

O lateral considerou que houve mérito do adversário por ter ido para o intervalo a vencer, mas elogiou a capacidade de reação dos encarnados.

“Há muito mérito do Santa Clara, que joga bem e tem as ideias bem definidas. O Benfica soube reagir e os três pontos são merecidos”, reconheceu.

André Almeida abordou, ainda, a rotatividade que tem sucedido na equipa, nomeadamente na posição de defesa-direito.

“Estou a treinar normalmente, mas somos 27 jogadores e todos têm de estar preparados para jogar ou não jogar. Eu sou mais um”, esclareceu.

“O apoio que tivemos dos nossos adeptos foi muito bom, parecia que estávamos a jogar em casa”, analisou Odysseas, guarda-redes do Benfica, após o triunfo por 1-2 no terreno do Santa Clara, na 11.ª jornada da Liga NOS.

“Deixo aqui um enorme agradecimento à nossa massa adepta”, vincou o internacional grego, que confessou sentir-se “muito feliz e orgulhoso” pelo volte-face no resultado (de 1-0 para 1-2).

“É sempre bom passar para uma situação de vantagem e ganhar. Foi muito importante termos vencido esta partida antes da paragem para os jogos das seleções nacionais. O treinador deu-nos muita confiança para uma boa segunda parte“, revelou Odysseas.

“Foi duro, muito difícil jogar aqui, mas estamos contentes porque os três pontos ficaram connosco. Respeitamos todas as equipas e todos os jogadores que defrontamos, porque todos dão o máximo”, avaliou o guarda-redes do líder isolado da Liga NOS, com 30 pontos (10 vitórias) ao cabo de 11 rondas.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.