Bruno Lage: “Exibição consistente, com várias oportunidades de golo. Estou feliz pela boa exibição”

O SL Benfica venceu o Rio Ave por 2-0, nesta noite de sábado, em partida da 10.ª jornada da Liga NOS. Bruno Lage fez a análise, em conferência de Imprensa, a mais um triunfo das águias, num jogo que considerou ter sido muito competitivo.

“Partimos depois para uma exibição consistente, criando várias oportunidades de golo. Estou feliz pela boa exibição”, comentou o treinador das águias.

Benfica-Rio Ave

Análise ao jogo

“Foi uma vitória justa, num jogo muito competitivo e perante um adversário muito competente, que entrou forte e determinado em conquistar algum espaço, principalmente entre linhas, nas costas do Gabriel, e também na profundidade, nas costas dos nossos laterais. Ao intervalo tentámos acertar aquilo que começámos a fazer sensivelmente a partir dos 15 minutos. A nossa forma de pressionar tinha de ser diferente para não nos expormos tanto, principalmente no espaço entre linhas perto do Gabriel. É importante referir que na 1.ª parte tivemos outras duas boas chances para fazer golo. Um remate do Cervi para uma grande defesa do guarda-redes e depois também a oportunidade do Vinícius, que recebeu, orientou e rematou com a bola a passar rente à trave. Quando mudámos a pressão, ficámos em melhor posição para controlar o jogo, com bola e sem ela, e a partir do golo o jogo ficou a nosso favor. Partimos depois para uma exibição consistente, criando várias oportunidades de golo. Estou feliz pela boa exibição.”

Benfica-Rio Ave

As duplas de ataque

“Não vamos ver isto como sendo duas duplas. Com Rafa e Jota, verifiquem as duplas que podemos fazer em função da dinâmica que nós pretendemos. Todos eles são jogadores diferentes. Raul de Tomas é diferente de Chiquinho. Seferovic é se calhar um pouco mais parecido com Vinícius. Importante é termos um leque de jogadores que nos permita criar várias duplas e dar sempre boas respostas a cada momento.”

Benfica-Rio Ave

As estatísticas e as respostas

“As estatísticas e as análises são feitas a cada momento. Há três jogos as estatísticas eram tão importantes que praticamente pouca importância se deu ao registo de 25 vitórias em 27 jogos. Agora que vimos de uma sequência de cinco vitórias, as estatísticas vão ser colocadas numa situação favorável. Há três jogos, em que a exibição não foi tão bem conseguida, fizemos uma estatística quase histórica e aí a estatística não teve importância nenhuma. Aquilo que nós fazemos é dar a melhor resposta a cada momento.”

Benfica-Rio Ave

Todos contam!

“O treinador tem de ser verdadeiro com os seus jogadores, transmitindo-lhes a verdade. A minha forma de trabalhar é esta. Sempre que os atletas tenham uma oportunidade para jogar a titular, a disputar 60 minutos, a entrar a dez minutos do fim, tal como aconteceu hoje com Seferovic, e estarem dispostos para ajudar a equipa, eu conto com eles. Estou muito satisfeito com aquilo que é a qualidade e o trabalho de todos os jogadores, por isso, os atletas têm de continuar a trabalhar. Isso é a única coisa que eles controlam, e depois a equipa técnica decide, a cada momento, o melhor onze para fazermos um bom trabalho.”

Benfica-Rio Ave

O apoio dos adeptos

“A equipa não se estava a encontrar com as exibições, houve muito ‘barulho’, mas os nossos adeptos continuaram a dar uma resposta fantástica, como deram em Tondela, percebendo que a equipa não estava num bom momento em termos exibicionais, mas estiveram sempre a apoiar. A equipa voltou a encontrar-se, os adeptos encontram-se com a equipa, a equipa encontra-se com os adeptos, todos juntos encontramos as chaves mais rápido, e depois olhamos para trás e percebemos que estivemos aqui meia hora aos gritos e não era preciso. O importante é estarmos todos do mesmo lado e unidos para fazer registos destes e continuar, que é a nossa ambição e a nossa exigência.”

Benfica-Rio Ave

Queixas de Grimaldo e ausência de RDT

“Com o Grimaldo não se passa nada, a sua substituição foi apenas uma gestão de esforço. Sentiu que estava a entrar numa situação de fadiga e, em vez de continuar a arriscar, pediu para ser substituído. A ausência de Raul de Tomas na convocatória foi por opção. É vivermos daquilo que é o rendimento individual e coletivo, apenas isso. Neste momento a minha opção foi manter a mesma convocatória do jogo do Portimonense para o desafio com o Rio Ave.”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.