Benfica vence em toda a linha nas modalidades masculinas

As modalidades masculinas venceram em toda a linha. Voliebol, Hóquei em Patins, Futsal e Basquetebol, as modalidades que entraram na quadra neste fim-de-semana, venceram os seus respectivos jogos e lideram os seus Campeonatos onde estão inseridos.

Esmoriz e SL Benfica mediram forças, na sexta-feira, no Pavilhão do Esmoriz Ginásio Clube, em partida da 4.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Voleibol. Jogo intenso, emocionante, com triunfo para as águias: 1-3.

Frente a frente dois históricos da modalidade, num duelo que é já um clássico! Perante um Benfica a viver nova semana intensa, com jogos em catadupa, vindo de mais uma ronda europeia, início com sinal mais dos anfitriões, a cavarem um 5-1.

As águias equilibraram, estiveram na frente, mas num set pleno de emoção foi necessário ir às vantagens para conhecer o vencedor. Os comandados de Bruno Lima foram mais eficazes e triunfaram por 26-24, colocando-se na dianteira do marcador, fazendo 1-0 no jogo.

E que dizer do 2.º set? Início fortíssimo das águias, a dilatarem vantagens, contudo, perante um Esmoriz que não se atemorizou e esteve sempre em jogo. Os anfitriões saltaram para a frente, tiveram 3 set points para fechar, mas aí veio ao de cima a maturidade e a qualidade do campeão nacional, com os encarnados a vencerem também nas vantagens, por 25-27, empatando o jogo (1-1). Emocionante!

Depois de uma recuperação fantástica e de ter anulado as aspirações adversárias, o Benfica embalou para um 3.º set espetacular, dominando de princípio ao fim e não dando qualquer hipóteses, perante um Esmoriz brioso, mas que não conseguiu suster o ímpeto dos encarnados: números taxativos… 12-25 e a reviravolta no jogo!

Quarto set intenso, emocionante, com as duas equipas a acreditarem e a lutarem ponto a ponto até ao final. O Benfica foi mais forte, superiorizou-se, frente a um adversário que valorizou (e muito!) a vitória encarnada: 19-25 e 1-3 final no jogo.

O Benfica, líder da geral com um pleno de quatro vitórias, torna a entrar em quadra no domingo, com uma receção ao SC Caldas. Este desafio, referente à 5.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional, tem início às 18h00 no Pavilhão n.º 2 da Luz. Terça-feira regressam as emoções da Champions

Voleibol
Voleibol

DECLARAÇÕES

Marcel Matz (treinador do Benfica): “Foi um jogo difícil, sabíamos que íamos ter de batalhar bastante aqui e assim foi, perante um sistema defensivo muito organizado. Estamos numa sequência forte de jogos, o nosso projeto continua forte e perder um set não significa nada, o importante é vencer os jogos.”

Benfica-Sporting

A equipa de basquetebol do Benfica, comandada por Carlos Lisboa, triunfou perante o Sporting por 85-79, num jogo que decorreu no Pavilhão Fidelidade. Vinte e quatro anos depois do último encontro entre os dois rivais, as águias voltaram a vencer!

Jogo bastante disputado no Pavilhão Fidelidade! As duas equipas entraram com tudo, mas foram os leões que conseguiram a primeira distância de quatro pontos (5-9) na partida. As águias não baixaram os braços e, através do jogo coletivo e dos tiros interiores, conseguiram alcançar o Sporting (11-11).

O desafio entrou numa fase mais confusa na parte final do 1.º quarto. As jogadas eram bem construídas, contudo, faltava eficácia na altura do lançamento. Murry era um dos que tentavam contrariar esta tendência e ia marcando pontos através de “rasgos” individuais. No término do 1.º quarto o marcador assinalava: 14-21.

O início do 2.º quarto ficou marcado pela falta de consistência nos lançamentos tanto da parte do Benfica como do Sporting. Fábio Lima, recém-entrado na partida, concretizou o primeiro triplo das águias e colocou a diferença em cinco pontos: 17-22.

O camisola 10 dos encarnados estava de pontaria afinada, marcou mais um triplo e levantou o moral dos colegas de equipa. A cinco minutos do intervalo, os comandados de Carlos Lisboa estavam na frente: 24-22.

A escassos momentos do final do 2.º quarto assistiu-se aos melhores momentos do jogo até então. As duas equipas aceleraram os processos de jogo e os adeptos presentes no Pavilhão Fidelidade viram boas jogadas que dignificam a modalidade. Ao intervalo: 40-38.

A toada de jogo foi completamente diferente no começo da 2.ª parte. O tempo de intervalo fez bem aos encarnados, que entraram completamente revigorados para o 3.º quarto. O Benfica conseguia condicionar as iniciativas dos leões e depois aproveitava para sair em ataques rápidos. Assistiram-se a triplos, afundanços e alley-oops!

O Clube da Luz dispôs de várias oportunidades para dilatar ainda mais a vantagem. A um minuto do fim do 3.º quarto, Betinho respondeu presente e efetuou um excelente lançamento triplo para delírio das bancadas. O marcador eletrónico do pavilhão assinalava 64-54, vantagem de dez pontos para os benfiquistas! 

Na procura de entrar na discussão do resultado, os leões começaram a defender em toda a largura da quadra. O objetivo era tentar ganhar a posse do esférico o mais rápido possível e atrapalhar as jogadas de ataque do Benfica. Enquanto isso as águias foram gerindo a vantagem de dez pontos à medida que o cronómetro avançava (73-63).

Damian Hollis, inspirado nesta 2.ª parte, ia fazendo as delícias dos adeptos com sensacionais afundanços. O Sporting ainda tentou responder, mas não havia tempo para mais. Murry fechou as contas com um triplo assombroso! Resultado final: 85-79.

Com o triunfo no dérbi, as águias assumem a liderança (à condição) do Campeonato Nacional com nove pontos conquistados até ao momento.

Na próxima jornada (6.ª), que se realizará no dia 9 de novembro, às 15h00, o Benfica desloca-se a casa do Illiabum. 

DECLARAÇÕES

Benfica-Sporting

Carlos Lisboa (treinador do Benfica): “Retificámos em termos defensivos no 2.º quarto e fomos a melhor equipa a partir do fim do 1.º quarto. Conseguimos uma vantagem confortável de doze pontos, conseguimos geri-la bem, acabámos por ganhar por seis, contudo, o objetivo era vencer. Vimos de uma semana difícil, jogámos em casa do FC Porto, depois a meio da semana jogámos na Hungria para uma competição europeia e hoje tínhamos o desafio com o Sporting. Não é fácil gerir estas emoções todas e este desgaste físico, mas escolhemos este caminho. Estamos com vontade de fazer aquilo que é o nosso apanágio de todos os jogos, que é entrar para ganhar.”

O SL Benfica deslocou-se, nesta noite de sábado, ao reduto do Juventude de Viana, numa partida referente à 4.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Desafio intenso, triunfo para as águias por 1-3!

Jogo emocionante em Viana do Castelo, num Pavilhão Municipal de Monserrate muito bem composto. Valter Neves inaugurou o marcador para os encarnados decorriam ainda os primeiros instantes da partida. Antes do intervalo, os anfitriões responderam e empataram a contenda: 1-1.

No reatar, mais Benfica, e os golos acabaram por surgir com naturalidade. Primeiro Jordi Adroher, na conversão de um livre direto (28 minutos), depois, e a fechar o duelo, Edu Lamas a rematar com convicção para o 1-3 final.

Com este resultado, a formação comandada por Alejandro Domínguez faz a quarta vitória em quatro jogos (12 pontos) e segue no topo da geral. Na próxima jornada, sábado, regresso ao Pavilhão Fidelidade para a receção ao Valongo.

A equipa de futsal do Benfica recebeu e venceu por 7-2, este domingo no Pavilhão Fidelidade (14h20), a AD Modicus, na 8.ª jornada da 1.ª fase da Liga Placard.

A partida começou com bom ritmo e com as duas equipas a mostrarem vontade de vencer.

A primeira oportunidade de perigo foi para a AD Modicus, que aos 2’ fez um aviso a André Sousa, com um remate que obrigou à concentração do guardião encarnado.

Aos 3’, a AD Modicus conseguiu chegar à finalização e inaugurou o marcador da Luz.

[GOLO: 0-1] Depois de uma recuperação de bola perto da área encarnada por Joel Queirós, este passou a Fábio Lima, que do lado esquerdo rematou e fez o primeiro golo da partida.

Logo de seguida, aos 4’, a formação visitante voltou a surpreender.

[GOLO: 0-2] Nova recuperação de bola para a AD Modicus, conduzida pelo jogador Óscar Santos, que ultrapassou a defesa benfiquista e fez o segundo tento da partida.

Os futsalistas do Benfica não se deixaram intimidar e aos 7’ diminuíram a vantagem do adversário no marcador.

[GOLO: 1-2] Na sequência de um pontapé de canto batido pelo capitão Bruno Coelho, Fábio Cecílio apareceu fora da área e com um grande tiro certeiro fez o primeiro golo das águias.

O jogo seguia frenético e com poucas paragens. À passagem do minuto 11 surgiu o segundo tento dos encarnados.

[GOLO 2-2] Fits seguiu pelo corredor direito, ultrapassou o adversário no um para um, cruzou para a área e a bola bateu na perna de Cigano, que acabou por marcar na própria baliza, estabelecendo a igualdade no marcador.

Os encarnados estavam melhor na quadra e a prova disso foi a chegada à superioridade aos 15 minutos.

[GOLO: 3-2] Combinação entre Tiago Brito e André Coelho, a sobrar para este último, que à boca da baliza não desperdiçou a oportunidade de encostar a bola para o terceiro dos vermelhos e brancos.

Os comandados de Joel Rocha mantinham-se mais fortes e a imporem-se no jogo nos minutos finais da primeira parte. O apito soou para o intervalo, altura em que o resultado continuava favorável ao Benfica.

Com as baterias recarregadas, a segunda parte começou com o Benfica cada vez mais pressionante e a criar oportunidades.

Aos 25’, a tentativa traduziu-se na quarta finalização do Clube da Luz.

[GOLO: 4-2] Robinho bateu o pontapé de canto, a bola rasteira sobrou para Miguel Ângelo e este de primeira e de pé direito atirou, com força, para as redes adversárias, não dando hipótese de defesa ao guarda-redes da equipa de Vila Nova de Gaia.

Os encarnados não davam descanso à equipa da AD Modicus e os golos continuavam a surgir.

[GOLO: 5-2] À passagem do minuto 28, o guarda-redes André Sousa subiu rapidamente com a bola, passou para o lado direito, onde estava Chaguinha e este viu Fernandinho, que estava no sítio certo para dar o quinto golo ao Benfica.

A AD Modicus tentava fechar os espaços, mas o Benfica continuava a dominar por completo o desafio.

[GOLO: 6-2] Aos 38’, André Sousa lançou a bola para a frente, esta bateu nos dois postes da baliza adversária, que estava sem guarda-redes devido à tática de cinco, para quatro que a AD Modicus estava a usar, mas estava lá Fernandinho para dar o toque final e chegar assim à meia dúzia de golos na Luz.

A poucos minutos de acabar o desafio no Pavilhão Fidelidade, ainda houve tempo para o Clube da Luz aumentar a diferença no marcador.

[GOLO: 7-2] Fernando Drasler conduziu a bola em jogada individual, chegou à área, passou para Fernandinho e e este encostou a bola para o ângulo inferior direto, fechando o placard em 7-2.

A equipa de futsal segue assim em 1.º lugar da tabela classificativa com 22 pontos, fruto de 7 vitórias e um empate. Na 9.ª jornada, os encarnados recebem o Quinta dos Lombos.

DECLARAÇÕES

Benfica-Modicus

Joel Rocha (treinador do Benfica): “Sabemos da dificuldade de jogar com o Modicus. É uma equipa organizada, competitiva e que permite poucas finalizações. Mas o Benfica respira saúde, qualidade e muito compromisso. Coletivamente fomos muito superiores e parece-me que o Benfica foi um justo vencedor deste jogo.”

Fernandinho

Fernandinho (jogador do Benfica): “No primeiro tempo não entrámos muito competitivos, perdemos algumas bolas que lhes deram os golos. Mas no segundo tempo mudámos de mentalidade, fomos mais agressivos e isso foi importante para mudar o placard. Apesar dos meus três golos, toda a equipa é que conseguiu virar o resultado. A equipa do Modicus está de parabéns, porque é uma grande equipa.”

SL Benfica e SC Caldas disputaram a 5.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional de Voleibol, no Pavilhão n.º 2 da Luz. Domínio total das águias em mais um convincente 3-0!

Encontro de opostos da tabela classificativa, com um Benfica líder invicto a receber um SC Caldas na cauda da geral e sem ainda conhecer o sabor da vitória. Ora, e se se perspetivava uma partida muito desequilibrada, desengane-se quem o pensou!

Depois da vitória suada (1-3) no reduto do Esmoriz na última sexta-feira, Marcel Matz operou algumas mexidas, geriu, perante um adversário muito motivado e a querer aproveitar a viagem a Lisboa para inverter o rumo dos resultados menos positivos.

Primeiro set muito equilibrado e, não estando em causa a superioridade das águias, foi necessária cabeça fria e maturidade para fechar o parcial em 25-18 (1-0).

No 2.º set a história da partida foi completamente diferente, com o Campeão Nacional a mostrar querer resolver desde muito cedo… e assim o fez! 2-0 no jogo, após um score de 25-12.

Derradeiro set com o equilíbrio a regressar, com os visitantes a reentrarem no desafio e a acreditarem até ao final, perante um Benfica que não se atemorizou e fechou o jogo num firme 3-0, após parcial de 25-23. O Benfica segue líder da geral!

Segue-se o regresso das emoções europeias! A equipa de voleibol do SL Benfica recebe o OK Budva no Pavilhão n.º 2 da Luz, às 17h30 de terça-feira, para a disputa da 1.º mão da 2.º fase de qualificação da Champions League. Os ingressos estão disponíveis.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.