Os números esclarecedores do recorde de Bruno Lage

São 25 vitórias nos primeiros 27 jogos no Campeonato! Bruno Lage é, desde a tarde de 27 de outubro de 2019, o treinador que na história do SL Benfica mais depressa atingiu tantos triunfos na maior prova do futebol português.

Os dados são incríveis e merecem ser esmiuçados. Com o pensamento focado em cada treino e em cada jogo, a caminhada recordista de sucessos teve início no dia 6 de janeiro de 2019, no Estádio da Luz.

OS MAIS RÁPIDOS NO CAMPEONATO

TREINADORREGISTO
Bruno Lage25 vitórias em 27 jogos
Riera25 vitórias em 28 jogos
Rui Vitória25 vitórias em 30 jogos
Guttmann e Herczka25 vitórias em 31 jogos
Mário Wilson e Mortimore25 vitórias em 32 jogos

As águias recebiam o Rio Ave na 16.ª jornada da Liga NOS 2018/19 e este era o obstáculo que o Benfica tinha de ultrapassar na estreia de Bruno Lage. Num jogo de emoções fortes, o Benfica começou a perder por 0-2, contudo, uma reação fantástica de todos os jogadores, apoiada pelo público presente no Estádio da Luz, operou a reviravolta e rendeu uma vitória por 4-2 (bis de João Félix e Seferovic).

Bruno Lage

Este foi o primeiro de 25 triunfos em 27 jogos das águias no Campeonato sob a liderança de Bruno Lage. No levantamento feito pelo Site Oficial há números impactantes, e alguns sobressaem dos demais. O recorde foi construído com 13 vitórias fora de portas (a última das quais em Tondela) e 12 triunfos em casa. Além de fazer do Estádio da Luz uma fortaleza de bons resultados, as águias têm dominado a 100 por cento nos territórios adversários.

Seferovic

Top 5: melhores marcadores

JOGADORGOLOS
Seferovic21
Rafa14
Pizzi14
João Félix13
Jonas4

Em 27 jogos de Campeonato com Bruno Lage, o Benfica apontou 89 golos e sofreu apenas 19. Mas se afunilarmos e incidirmos a análise nas 25 vitórias, verificamos que estas resultaram de 87 finalizações certeiras. Seferovic, o melhor marcador da época passada, contribuiu com 24,1% dos golos que sustentam o máximo histórico atingido com o êxito na visita ao Tondela. São registos ímpares: em 25 vitórias, as águias apontaram, em média3,5 golos por jogo.

Em 27 desafios, o Benfica de Bruno Lage defrontou 19 equipas e venceu todas elas, facto essencial para a concretização da Reconquista em 2018/19. Algumas até foram derrotadas duas vezes. Referimo-nos a Tondela, Moreirense, SC Braga, V. Setúbal, Rio Ave e Santa Clara.

A solidez defensiva é outro facto relevante neste apanhado de números: nas 25 vitórias, as águias não sofreram golos em 14 jogos (!!!), seis dos quais nas primeiras oito jornadas da presente edição da Liga NOS.

Benfica-FC Porto

Top 10: jogadores mais utilizados

JOGADORMINUTOS
Grimaldo2340
Odysseas2245
Pizzi2063
Rúben2058
Seferovic1985
André Almeida1966
Ferro1684
Rafa1628
João Félix1501
Samaris1495

Olhando para a tabela de utilização vemos Grimaldo no primeiro lugar. O lateral-esquerdo espanhol é o único jogador do Benfica que disputou todos os minutos das 25 partidas ganhas no Campeonato Nacional com Bruno Lage ao comando. Para além do camisola 3 das águias há outros nomes que saltam à vista e têm-se tornado pedras basilares no xadrez tático do treinador benfiquista. Destaque ainda para a presença de João Félix neste top. O jogador do Atlético de Madrid, formado no Benfica Campus, foi uma das peças fundamentais na Reconquista do título nacional.

Tondela-Benfica

Oito da formação em campo

No Benfica, a aposta na formação é um dado adquirido. E se há treinador que entende e conhece o potencial dos jovens do Benfica Campus é Bruno Lage. No recorde de 25 vitórias na Liga NOS, o técnico utilizou oito jogadores formados no Seixal: Rúben, Ferro, Florentino, Gedson, João Félix, Jota, Tomás Tavares e Nuno Tavares. Destes, três entram mesmo no top 10 de jogadores mais utilizados nas 25 vitórias (Rúben, Ferro e João Félix), conforme é apresentado na tabela acima.

Nuno Tavares e Tomás Tavares fazem parte das mais recentes apostas do treinador. Nuno Tavares foi escolha recorrente no início da época aquando da lesão de André Almeida. O lateral-esquerdo, utilizado à direita em prol do coletivo, deu conta da tarefa na International Champions Cup, na Supertaça e nos primeiros jogos do Campeonato, inclusive fez um golaço na jornada inaugural da Liga NOS. Tomás Tavares, por seu turno, já se estreou na Liga NOS, na Liga dos Campeões, na Taça de Portugal e na Taça da Liga.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.