Voleibol e Hóquei triunfantes com Basquetebol a destoar

FC Porto e SL Benfica disputaram a 4.ª jornada da Liga Placard de basquetebol, um clássico que teve como palco o Dragão Arena. Triunfo para os anfitriões: 87-79.

Após a entrada forte na FIBA Europe Cup, a equipa de basquetebol do Benfica, liderada por Carlos Lisboa, deslocou-se até ao norte do País para mais um emocionante clássico.

Pavilhão bem composto nas bancadas, duas equipas plenas de ambição e invictas até então, ingredientes reunidos para mais um grande espetáculo… e clássico é clássico!

Começou melhor o Benfica, com Micah Downs a inaugurar o marcador, assinando os dois primeiros pontos no desafio. Bom início, com as duas formações a mostrarem ao que vinham, muito equilíbrio, com o FC Porto a responder e a chegar ao final do 1.º quarto com uma vantagem curta (16-14), com as defesas a superiorizarem-se aos ataques nestes primeiros dez minutos.

Momentos iniciais do 2.º quarto com as equipas algo presas e com as defesas a manterem-se vitoriosas. O afundanço de Damian Hollis após passe açucarado de Tomás Barroso pareceu espevitar as hostes… mas a toada manteve-se. Não faltou intensidade, não faltou raça na quadra, mas foi preciso esperar pelos últimos minutos que antecederam o intervalo para observar momentos de enorme espetacularidade, com os afundanços e os triplos a surgirem!

Aumentou a velocidade, aumentou a emoção, jogou-se mais com o coração, com o FC Porto mais eficaz e a alcançar a maior vantagem até então: 42-35, ao intervalo… a perspetivar uma grande segunda parte!

Benfica-V. Guimarães

Reatar, intensidade a manter-se, com as duas formações ligadas à corrente. As águias tentaram aproximar-se através do tiro exterior, mas a redondinha teimava em não entrar, com os anfitriões a aproveitarem e a colocarem o marcador em dez pontos de diferença (48-38). A três minutos do final do 3.º quarto, com o Benfica na luta pelo resultado, decisão duvidosa da equipa de arbitragem e falta técnica assinalada a Carlos Lisboa por protestos… Contas feitas, os encarnados estiveram a quatro pontos, mas, depois de três triplos consecutivos nos instantes finais, vantagem dilatada para 72-59.

Derradeiros dez minutos com uma entrada muito forte dos azuis e brancos, que dilataram ainda mais a vantagem, perante um Benfica que nunca deitou a toalha ao chão (venceu este quarto), contudo, algo desgastado face à intensidade do jogo disputado a meio da semana e que só foi resolvido após prolongamento.

Triunfo para o FC Porto, por 87-79 (16-14, 26-21, 30-24 e 15-20), com a eficácia nos lançamentos (48% vs 43%) e nos ressaltos (40% vs 34%) a fazer diferença.

Na próxima jornada, e depois do clássico, há dérbi! SL Benfica, agora com sete pontos somados (três vitórias, uma derrota), e Sporting CP têm encontro marcado no Pavilhão Fidelidade para as contas da 5.ª ronda da LPB. Este duelo está agendado para o próximo sábado, dia 2 de novembro.

Regresso do Campeonato Nacional de hóquei em patins ao Pavilhão Fidelidade, com SL Benfica e HC Tigres na disputa da 3.ª jornada da prova. Triunfo taxativo para as águias: 10-0!

Após o arranque com o triunfo frente à AD Sanjoanense (3-0) e uma vitória a meio da semana perante a AE Física (1-6), os encarnados voltaram a jogar para o Campeonato Nacional.

O adversário do Benfica foi o HC Tigres, 6.º classificado, e o embate aconteceu neste sábado, no Pavilhão Fidelidade… e gritou-se golo nos momentos iniciais! Primeiro Edu Lamas, depois Diogo Rafael, colocaram as águias em vantagem, por 2-0, corria o terceiro minuto.

Início fortíssimo dos encarnados perante a equipa ribatejana recém-promovida à I Divisão, com Diogo Rafael a bisar (3-0). Minuto 11, grande penalidade assinalada, o camisola 4 permite a defesa de Miguel Fernandes, mas na sequência acaba mesmo por rematar para o fundo das redes. Seguiu-se Gonçalo Pinto (19′), a assinar um golaço (4-0), e Lucas Ordoñez a rematar para a mão-cheia (20′), resultado com que se atingiu o intervalo (5-0).

E depois de cinco golos sem resposta nos primeiros 25 minutos, dose dupla, com mais cinco na segunda metadePartida de sentido praticamente único, perante um adversário, comandado por André Luís, brioso e que espreitou sempre o tento de honra. O Benfica não deixou, foi mais forte e materializou o domínio com uma convincente vitória por 10-0. Os golos foram apontados por Valter Neves (26′), Ordoñez (28′), Nicolía (38′), Edu Lamas (44′) e Diogo Rafael (50′), que assim fez um hat-trick.

Na próxima jornada, a 4.ª, o líder Benfica (9 pontos) viaja até ao reduto da Juventude de Viana, uma partida marcada para sábado, dia 2 de novembro.

A equipa de voleibol do Benfica venceu, neste sábado, no Pavilhão n.º 2 da Luz, o VC Viana, por 3-0, em jogo referente à 2.ª jornada da 1.ª fase do Campeonato Nacional.

A jogar em casa e motivados pelo triunfo europeu a meio da semana, os encarnados entraram a todo o gás no 1.º set e desde cedo ficaram na frente do marcador. A turma minhota, ainda assim, tentou mitigar a diferença pontual, mas não conseguiu evitar o desaire, por 25-19.

2.º set foi mais equilibrado. O Benfica esteve na frente até aos 9-5, altura em que o VC Viana surpreendeu e empatou a contenda a 10. Ao susto, as águias reagiram e voltaram a ter uma vantagem de cinco pontos no resultado: 16-11. A partir daqui os comandados por Marcel Matz geriram e fecharam o set com um 25-20.

O Benfica parecia encaminhado para um triunfo confortável, mas o VC Viana vendeu cara a derrota no 3.º set. Sempre na frente do marcador, os minhotos só cederam aos 21-20. A recuperação benfiquista abalou os visitantes, que não mais recuperaram e perderam por 25-20.

Este é fim de semana de jornada dupla. No domingo, às 16h00, há novo embate na Luz, com o Leixões.

Fim de semana de jornada dupla, marcada por outras tantas vitórias, nas 2.ª e 3.ª rondas do Campeonato Nacional de voleibol. Depois do triunfo de sábado, frente ao VC Viana (3-0), neste domingo novo êxito e pelos mesmos números, desta feita na receção ao Leixões.

A equipa comandada por Marcel Matz não permitiu veleidades ao adversário e os números são sintomáticos da qualidade e da superioridade apresentada em quadra.

Frente ao Leixões, no Pavilhão n.º 2, parciais de 25-12, 25-15 e 25-16, em mais uma vitória por 3-0.

Na próxima jornada (4.ª), o líder Benfica viaja até ao recinto do Esmoriz, numa partida agendada para sexta-feira, dia 1 de novembro. Antes, na terça-feira (20h00), as águias disputam, na Luz, a 2.ª mão da 1.ª fase de qualificação da Liga dos Campeões, frente ao Mladost BRCKO. Os ingressos estão à venda!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.