Quando os golos vêm do banco, porquê teimar?

Raul de Tomas e Carlos Vinícius podem ser classificados como os avançados em melhor forma do Benfica ou não tivessem sido eles os autores dos últimos golos da equipa. Não será seguramente o único critério que o treinador levará em linha de conta no momento de fazer as suas escolhas, mas não deixará, certamente, de ser um critério relevante.

O espanhol, 24 anos, fez o primeiro golo de águia ao peito em São Petersburgo, contra o Zenit, em jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões, o brasileiro da mesma idade celebrou no fim de semana que antecedeu a Champions o golo do triunfo sobre o Vitória de Setúbal.

E ambos marcaram na condição de suplentes utilizados, o que levanta a seguinte questão: se as coisas não estão a funcionar devidamente quando estão fora de campo, porque não apostar neles de início?

Raul de Tomas e Vinícius não estão envolvidos nos compromissos das seleções e podem, por isso, ser titulares com o Cova da Piedade, no próximo dia 18, para a Taça de Portugal.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.