“Benfica é um clube muito grande, grande para Portugal”

Numa entrevista à agência EFE, Domingos Soares de Oliveira foi questionado sobre a indústria do Benfica e assumiu que a dimensão do clube acaba por ficar condicionada face à projeção do futebol português a nível internacional.

«O Benfica é um clube muito grande, penso que demasiado grande para Portugal. Tentámos nos últimos anos aumentar os negócios, não só em Portugal, mas também fora do País e conseguir patrocinadores. Tivemos sucesso nessa estratégia, ainda que haja muito a fazer na presença internacional, sobretudo nos mercados americano e chinês. No entanto, atualmente, estamos muito contentes», assumiu o CEO dos encarnados.

O sucesso na Liga dos Campeões é fundamental nessa estratégia: «Somos o único clube fora das cinco grandes Ligas europeias, que está há dez anos seguidos na Champions.

Este ano não temos nenhum adversário de topo, como Barcelona, Real Madrid ou Liverpool, mas são três equipas muito semelhantes ao Benfica: Lyon, Zenit e Leipzig. Vão ser jogos difíceis e interessantes porque são equipas com um sistema de jogo de ataque.»

A principal aposta do clube, porém, é na prata da casa: «O compromisso com a formação no clube é assumido desde o presidente às pessoas que tratam do relvado. Todos estão empenhados nesse sentido e isso leva-nos a procurar os melhores treinadores. Em termos de instalações e pessoal, a nossa Academia está no topo a nível mundial. Temos treinadores que aceitam o desafio e jogadores com oportunidade para jogar na equipa principal. Isso faz a diferença. Para muitos clubes, a obsessão é o resultado imediato. Nós temos uma situação mista: queremos resultados – ganhar o nosso Campeonato e chegar o mais longe possível na Champions -, mas também integrar jovens jogadores.»

Previsão de Domingos Soares de Oliveira, CEO do Benfica, que em entrevista à agência EFE comentou a milionária transferência do jovem avançado português para o Atlético Madrid.

«João Félix é um jogador, mas também uma pessoa fantástica. Tem um talento e capacidade tremendos. Dentro de poucos anos estará no top-5, será um dos cinco melhores jogadores do mundo. Não tenho a mínima dúvida», afirmou, assumindo que a venda de Félix, pelo valor da cláusula de rescisão (120 milhões de euros), foi «um grande negócio» para o Benfica:

«Era seguido pelos grandes clubes europeus. Falei com muitos presidentes, também fora de Espanha, e Félix estava no radar desses clubes.»

Foi o Atlético Madrid a ganhar a corrida graças ao esforço de Miguel Ángel Gil, homólogo de Soares de Oliveira no clube espanhol: «Estive várias vezes com ele e o seu compromisso com o talento é importante. E o esforço que fez, não só do ponto de vista financeira, dava para perceber que acreditava em João Félix. Moveu tudo o que estava ao seu alcance para levá-lo para o Atlético Madrid.»

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.