Carlos Gamarra revela motivo da saída prematura do Benfica

Carlos Gamarra protagonizou passagem fugaz pelo Benfica em 1997/1998. Seria transferido para o Corinthians com apenas 17 jogos realizados de águia ao peito.

«Tinha de sair. Era o João Pinto, que era ídolo do Benfica, ou eu», recordou o antigo central paraguaio, em declarações ao Globoesporte.

Depois de dois anos ao serviço do Timão, voltou a atravessar o Atlântico, desta vez com destino a Espanha, para representar o Atlético Madrid. 

Questionado sobre se as experiências no futebol português e espanhol terão sido frustrantes, Gamarra fez a distinção: «No Benfica, não. Estava muito bem, joguei todos os jogos.»

O problema estava… na folha salarial.

«Só que quando percebi, estava a ganhar o salário de um menino que subia de amador a profissional. E eu tinha contrato de quatro anos, ficando quatro anos com o mesmo salário, ganhando menos que os meninos no primeiro ano de profissional», revelou, recordando o pedido que fez ao empresário dele: «’Se tiver alguma coisa, me leva daqui de novo’.»

«E apareceu o Corinthians. Ganhei mais no Corinthians do que no Benfica, e devia ser o contrário, devia ganhar mais na Europa», observou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.