A Reconquista será feita com números impressionantes na Europa

O Benfica, comandado por Bruno Lage, fez uma recuperação fantástica na tabela classificativa e tem as melhores médias de pontos ganhos e de golos marcados na 2.ª volta das principais 7 ligas do futebol europeu. Falta apenas um único ponto para chegar ao tão desejado objetivo: a Reconquista!

Mais um fim de semana que passou e mais uma final que o Benfica contornou. Os vila-condenses deram réplica, mas a força e a crença encarnadas foram mais fortes para levar de vencida a equipa do Rio Ave. O jogo da 33.ª jornada da Liga NOS terminou com uma vitória por 2-3. Rafa, João Félix e Pizzi foram os autores dos tentos encarnados e elevaram para 99 o número de golos marcados na edição 2018/19 da principal prova do futebol português.

A equipa benfiquista está a um golo de chegar aos três dígitos na presente edição do Campeonato, e é preciso recuar bastantes anos para se ver registos semelhantes. Com os números apresentados nesta temporada, as águias igualaram os 99 golos da época 1946/47, sendo que nas épocas 1972/73 e 1963/64 o Benfica chegou aos 101 e 103 golos respetivamente.

Rio Ave-Benfica

O voo da águia nesta 2.ª volta tem sido imperial, em 16 jogos o saldo é mais do que positivo: quinze vitórias e apenas um empate resultam em 46 pontos conquistados. Recuando até à época 2015/16, podemos verificar que o 2.º turno dos benfiquistas foi parecido, com as águias a perderam apenas um encontro nesta fase da competição. Porém, em 2018/19 o registo está a ser melhor, havendo somente um empate entre 15 vitórias.

Os 46 pontos que o Benfica de Bruno Lage conquistou, até ao momento, levam à melhor média dos sete principais campeonatos europeus (2,9). Hierarquizando com base nos líderes das respetivas provas, o único que se aproxima desta marca é o já campeão francês Paris Saint-Germain, que tem mais um jogo realizado do que o Benfica, mas apresenta uma média de 2,8 pontos por jogo.

2.ª volta: as melhores 7 ligas da Europa  

EQUIPAPONTOS CONQUISTADOSMÉDIA
Benfica46 (16 jogos)2,9
Paris Saint-Germain47 (17 jogos)2,8
Bayern Munique39 (16 jogos)2,4
Zenit31 (13 jogos)2,4
Manchester City44 (19 jogos)2,3
Barcelona 40 (18 jogos)2,2
Juventus36 (17 jogos)2,1

Desde a 16.ª jornada da presente edição da Liga NOS que o leme encarnado ganhou um novo comandante. Bruno Lage assumiu a turma da Luz e o seu primeiro desafio pela equipa principal foi a receção ao Rio Ave. O jogo não começou bem para as águias, que se viram a perder por 0-2 em pleno Estádio da Luz. O público não assobiou, assumiu-se como 12.º jogador e puxou a equipa para a reviravolta. O Benfica foi para o intervalo empatado a dois, deixando para o segundo tempo a resolução da partida. João Félix e Seferovic, ambos com um bis, fizeram o resultado final de 4-2.

Bruno Lage

Este foi apenas o primeiro triunfo de Bruno Lage. A este seguiram-se oito jogos a sentir o sabor da vitória. A avalanche de triunfos apenas teve um contratempo na receção ao Belenenses SAD. O Benfica não segurou a vantagem e acabou por empatar (2-2). Depois deste jogo, as águias voltaram a concretizar uma série de oito triunfos consecutivos, podendo na última jornada, com o Santa Clara, igualar a melhor série (nove) da temporada.

Mas as vitórias não se fazem sem golos e nesse capítulo o Benfica de Bruno Lage marca como ninguém. Na 2.ª volta do Campeonato os encarnados já marcaram por 62 vezes em 16 jogos. Uma média de 3,9 golos por jogo é o espelho de uma equipa que sabe golear e afastar a concorrência dos sete principais campeonatos europeus. Mais uma vez é o Paris Saint-Germain a formação que mais se aproxima, mas mesmo assim a média de 2,9 ainda fica bastante distante dos 3,9 apresentados pelas águias.

2.ª volta: as melhores 7 ligas da Europa

EQUIPAGOLOS MARCADOSMÉDIA
Benfica62 (16 jogos)3,9
Paris Saint-Germain50 (17 jogos)2,9
Bayern Munique47 (16 jogos)2,9
Barcelona51 (18 jogos) 2,8
Manchester City51 (19 jogos)2,7
Juventus30 (17 jogos)1,8
Zenit22 (13 jogos)1,7

Mas não são só as médias de pontos e de golos que se destacam. A 2.ª volta de qualidade também é evidenciada pelas vitórias em terrenos onde teoricamente é difícil de vencer. Olhando para a tabela classificativa, verificamos que o Benfica ganhou nos terrenos dos primeiros nove classificados do Campeonato: FC Porto, Sporting, Braga, Moreirense, V. Guimarães, Rio Ave, Santa Clara e Boavista.

Classico

Não minimizando as dificuldades sentidas nos vários terrenos, as vitórias no Dragão, em Alvalade e na Pedreira são aquelas que mais rapidamente saltam à vista. Desde a época 1990/91, ou seja, há 28 anos que os encarnados não venciam fora de casa FC Porto, Sporting e Braga na mesma temporada. Dos 18 pontos possíveis de realizar nestes seis jogos (minicampeonato) em 2018/19, o conjunto benfiquista somou 16 (cinco vitórias e um empate).

Agora tudo se resume a um jogo, a Reconquista está mais perto, mas ainda faltam 90 minutos que têm de ser de total concentração, 90 minutos onde o 12.º jogador vai ser ainda mais importante que nunca. O Benfica recebe o Santa Clara no Estádio da Luz, em jogo da 34.ª e última jornada da Liga NOS.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.