Benfica eliminado em Frankfurt sem VARdade desportiva

Uma inaceitável avaliação da equipa de arbitragem, deixando passar em claro um lance de evidente fora de jogo, desequilibrou a partida e permitiu que o Eintracht Frankfurt fizesse o 1-0 perto do intervalo. A equipa alemã, mais eficaz no ataque (fez o 2-0 aos 67′), foi protegida pela sorte no lance em que o poste direito impediu que a bola rematada por Salvio qualificasse o Benfica para as meias-finais da Liga Europa (85′).

Numa primeira parte que mostrou uma equipa benfiquista mais controladora do que ativa nas manobras ofensivas, foi da referida péssima decisão de um dos árbitros assistentes que resultou o lance que objetivamente diferenciou a prestação das equipas neste período da 2.ª mão dos quartos de final da segunda competição da UEFA.

Kostic, aos 36′, sobre a esquerda da área, estava em posição de fora de jogo quando arrancou para atacar a bola devolvida pelo poste esquerdo (após remate exterior de Gacinovic), chutando então para as malhas.

Golo

O lance foi ilegal, o camisola 10 estava adiantado em relação ao penúltimo defensor das águias, mas o assistente não foi capaz de descortinar a infração. E como na Liga Europa ainda não há videoárbitro, o chefe da equipa de arbitragem, Daniele Orsato, validou a jogada e golo (1-0). Na sequência dos justificados protestos no banco do Benfica, o juiz italiano entendeu dar ordem de expulsão ao treinador Bruno Lage.

No arranque do segundo tempo, o Benfica mostrou-se muito perigoso na zona ofensiva. João Félix passou por uma série de adversários no corredor esquerdo, entrou na área e cruzou para a entrada da pequena área, onde um defensor da casa esticou a perna e quase fazia autogolo.

Eintracht Frankfurt-Benfica

Aos 52′, o Benfica voltou a construir uma excelente ocasião para igualar o resultado: Samaris, com um toque de classe perto da linha limite da área do Eintracht Frankfurt, picou a bola sobre a linha defensiva e, desmarcado e livre de marcação, Seferovic cabeceou para defesa do guarda-redes Trapp.

Se as águias não aproveitaram as chances para empatar, o Eintracht Frankfurt foi certeiro assim que teve uma aberta: aos 67′, após insistência de Rebic no corredor central, a bola sobrou a saltitar para o remate de Rode já no interior da área, entrando na baliza junto ao poste direito (2-0).

Com 4-4 no agregado (em face do 4-2 na Luz), a equipa germânica desempatava pelo critério dos golos marcados fora de casa. As águias precisavam de um tiro no alvo para seguir em frente…

Samaris (70′), Rafa (76′) e André Almeida (79′) foram rendidos por Pizzi, Salvio e Jonas. O Benfica carregou na parte final do desafio, empurrou o Eintracht Frankfurt para junto da sua área, forçou e esteve quase, quase, quase a garantir o golo que certamente certificaria o apuramento: aos 85′, Grimaldo avançou pela esquerda e cruzou largo; Salvio apareceu na direita da área a disparar com força, acertando em cheio no poste mais próximo!!! As águias não apontaram o golo que mereciam, os jogadores e os adeptos do Eintracht respiraram fundo, aliviados.

Os comandados de Bruno Lage concentram agora as energias em absoluto na luta pela conquista do título nacional. Faltam cinco finais e a primeira é já na segunda-feira, às 20h15, no Estádio da Luz, com receção ao Marítimo na 30.ª jornada da Liga NOS.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.