Bruno Lage: “Agora é final a final”

Conferência de Imprensa de Bruno Lage, treinador do Benfica, após o triunfo por 1-4 sobre o Feirense em Santa Maria da Feira, na 28.ª jornada da Liga NOS.

Bruno Lage mostrou-se satisfeito com a atitude do Benfica após o mau arranque diante do Feirense, enaltecendo que jogar em Santa Maria da Feira nunca é fácil.

«Estamos a jogar num campo muito difícil, com uma grande equipa recheada de grandes valores, independentemente da posição», começou por dizer o técnico português. «Sofremos um golo, desatenção nossa, mas a partir daí é uma exibição a crescer. Chegámos ao intervalo já a vencer e na segunda parte tivemos uma entrada à campeão. Vitória justa num campo muito difícil», continuou.

Sobre o que falta do campeonato, Bruno Lage mostra confiança na capacidade emocional da equipa. «O lado emocional é o ponto de partida. Falando dos jogadores do nosso lado, estão habituadíssimos a estas circunstâncias, chegamos até aqui a dizer que era jogo a jogo e a partir de agora é final a final», concluiu.

O marroquino Adel Taarabt foi lançado pela primeira vez na equipa principal do Benfica, ao fim de quatro temporadas ligado contratualmente aos encarnados, com o técnico Bruno Lage a justificar a aposta.

«Procurámos a qualidade individual do jogador, que tem muita. Percebemos que podia ligar muito bem com o Grimaldo, joga de frente para o jogo, recebe muito bem e combina muito bem com os homens da frente», começou por dizer o técnico.

Bruno Lage falou ainda do rendimento do jogador na partida, que satisfez a equipa técnica. «Penso que a aposta deu resultado, estamos muito satisfeitos com o Adel, que regressou e está a dar o contributo à equipa», concluiu.

Bruno Lage foi questionado sobre os lances de arbitragem contestados pelo Feirense: um golo anulado à equipa da casa, por fora de jogo, e uma grande penalidade assinalado a favor do Benfica.

«Já tive oportunidade de dizer que não comento a arbitragem», referiu o técnico dos encarnados, antes de se debruçar sobre as consequências das polémicas em torno dos homens do apito:

O VAR tem uma importante determinante para a credibilização do futebol português. Temos de acreditar que o que acontece em campo é justo e válido. O que vejo é que nem sempre isso acontece e podemos incorrer em erros. Nós, que vivemos disto, – treinadores, jogadores e vocês (jornalistas), temos de proporcionar um produto diferente. Vejam o exemplo dos ingleses e o nosso. Muitas pessoas estão a afastar-se do futebol. Ontem, num jogo entre o 4.º e o 5.º classificados (Moreirense-SC Braga) estavam 1.500 pessoas. Em Inglaterra, num troféu da League 1 e League 2 (terceiro e quarto escalões) têm 60, 70 mil pessoas. Temos todos de perceber que, independentemente de ganhar ou perder, que desporto queremos para nós. Temos de olhar bem para isto e para o dia de amanhã,  onde teremos meia-dúzia de clubes, de treinadores e jornalistas.

Das seis ‘finais’ que faltam disputar até ao final do campeonato, quatro são no Estádio da Luz. Uma potencial vantagem que Bruno Lage desvaloriza.

«Desde que estou aqui como treinador, os pontos que perdemos foram no Estádio da Luz. Todas as equipas estão a jogar pela vida, vejam o exemplo do Feirense. Os próximos desafios vão ser difíceis. Seja em casa ou fora, com apoio destes adeptos… é isto! Somos apenas um Benfica e é este Benfica que quero e desejo até ao final do campeonato», disse em conferência de imprensa já depois de agradecer o apoio da massa associativa em Santa Maria da Feira, encontro que os encarnados venceram por 4-1.

Da mesma forma, descartou qualquer pressão adicional por jogar sempre depois do FC Porto, com quem está a lutar ombro a ombro pela conquista do título:

– É uma questão para ambas as equipas. Independentemente de jogar antes ou depois, a pressão vai existir sempre e vai ser cada vez maior, quer para quem quer ser campeão, como para quem luta pela Europa e pela manutenção. Faltam 18 pontos para todas as equipas e essa pressão é para todas as equipas em função dos objetivos finais. O nosso objetivo é terminar em primeiro e sabemos que dependemos apenas de nós. Sabemos que, se fizermos sempre bem o nosso trabalho e vencermos, vamos andar sempre nesta posição.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.