“Parecia o jogo da vida deles, a final da Liga dos Campeões”

António Figueiredo, antigo dirigente do Benfica, encara o empate com o Belenenses como um acidente de percurso. Apesar de destacar a boa exibição dos azuis no Estádio da Luz, sustenta que a equipa de Bruno Lage só pode queixar-se dela própria.

«Estes acontecimentos têm o condão de espevitar os ânimos, pois vêm aí dois jogos importantíssimos [Dínamo Zagreb e Moreirense]. Acho que a concentração é a principal questão a resolver. Também não podemos passar ao lado da equipa do Belenenses, que se bateu bem. Parecia o jogo da vida deles, a final da Liga dos Campeões. Mas não vale a pena grandes preocupações», argumentou, em declarações à Rádio Renascença.

«Foi uma grande surpresa, cometeram-se dois erros de palmatória. O grande mal foi o próprio Benfica e não podemos culpar este ou aquele. Não está nada perdido, como não estava nada ganho», realçou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.