Benfica é o melhor líder entre as dez maiores ligas europeias

Um pleno de vitórias nas recentes nove jornadas da Liga NOS conduziu o Benfica na escalada ao primeiro lugar da classificação. Além de ser o líder nos principais campeonatos do Velho Continente com melhor performance nos últimos dois meses, é também o mais completo no grupo de comandantes das 10 maiores ligas da Europa.

A equipa orientada por Bruno Lage tem o melhor ataque da Liga NOS, o melhor marcador, o melhor assistente e ainda o jovem mais valioso da competição.

Observando o que se passa nas outras nove ligas do top 10 da UEFA, verificamos que Barcelona, em Espanha, Juventus, em Itália, e Shakhtar Donetsk, na Ucrânia, são os conjuntos que mais se aproximam das águias na reunião daqueles quatro predicados de referência, falhando, porém, num dos itens.

Fora do núcleo duro estão, por agora, os líderes Manchester City (Inglaterra), Dortmund (Alemanha), PSG (França), Zenit (Rússia), Genk (Bélgica) e Basaksehir (Turquia).

Benfica-Nacional

Com 66 golos apontados em 24 jornadas (2,75 por jogo), o Benfica é a equipa mais realizadora da Liga NOS. Seferovic, autor de 15 tiros certeiros (e nenhum de penálti!), lidera a lista dos melhores marcadores da prova, que tem em Pizzi o melhor assistente: contabilizado o que executou para Rafa no clássico ganho em casa do FC Porto, são já 14 os passes para golo com a assinatura do camisola 21 dos encarnados.

Barcelona, Juventus e Shakhtar, nas ligas espanhola, italiana e ucraniana, respetivamente, são os primeiros nas tabelas classificativas e também os que mais acertam nas redes adversárias (66, 55 e 49 golos); e têm igualmente os melhores marcadores (Messi, 25 golos; Cristiano Ronaldo, 19; Júnior Moraes, 15) e os principais assistentes (Messi, 11 passes para golo; Cristiano Ronaldo, 8; Taison, 9).

Classico

Neste contexto específico de análise aos comandantes das principais ligas da Europa, o Benfica preenche ainda outro fator que estabelece a diferenciação e o coloca acima de Barcelona, Juventus e Shakhtar: possui o jovem mais valioso da maior competição nacional.

João Félix (19 anos) apontou o seu 9.º golo na Liga NOS na recente deslocação vitoriosa ao Estádio do Dragão e, nas estatísticas gerais, junta ainda quatro passes para golo àquele registo. Tudo somado, o avançado formado e desenvolvido no Caixa Futebol Campus teve participação direta em 13 dos 66 golos das águias na Liga NOS.

A avaliação de desempenhos nos últimos dois meses na Liga NOS evidencia uma equipa benfiquista forte, com nove vitórias em outras tantas jornadas (27 pontos), 35 golos marcados e subida ao primeiro lugar. Numa comparação com os principais campeonatos da Europa (“Big Five”), concluímos que o Benfica é mesmo o líder dos líderes.

Os encarnados vivem a melhor série da época no Campeonato com nove triunfos consecutivos, mas os registos não se ficam por aqui. A equipa tem uma média de 3,9 golos por jogo neste período e uma média de pontos perfeita: 3 por partida.

Nas cinco maiores ligas do Velho Continente não há líder que faça melhor do que o Benfica, seja em golos marcados ou em pontos conquistados. O PSG (Liga francesa) soma 29 golos e 24 pontos; o Manchester City (liga inglesa) tem 22 golos e 24 pontos arrecadados; o Barcelona (liga espanhola) marcou 22 golos e conquistou 23 pontos; a Juventus (liga italiana) tem um registo de 17 golos apontados e 19 pontos obtidos; e, por último, o Borússia Dortmund (liga alemã) atingiu a marca dos 14 golos,somando 12 pontos.

Benfica-Chaves

Portugal vs “Big Five” – últimos dois meses

EQUIPAPONTOSJOGOSGOLOSGOLOS/JOGO 
Benfica279353,9
PSG249293,2
Manchester City249222,4
Barcelona239182
Juventus197172,4
Borússia Dortmund127142

Este percurso do Benfica começou no dia 6 de janeiro diante do Rio Ave na 16.ª jornada da Liga NOS. As águias recuperaram de uma desvantagem de dois golos e ganharam por 4-2. Depois deste jogo, a equipa viajou até aos Açores e venceu o Santa Clara (0-2). Seguiu-se nova viagem, desta feita à Cidade-Berço, onde as águias derrotaram o V. Guimarães pela margem mínima (0-1).

Benfica-Rio Ave

Duas jornadas depois, de regresso ao Estádio da Luz, os encarnadosconquistaram um resultado tranquilo frente ao Boavista (5-1). As vitórias continuavam e a vítima seguinte foi o eterno rival. O primeiro dérbi de Bruno Lage ao comando da equipa principal terminou com o triunfo vermelho e branco por 2-4 frente ao Sporting, um presságio daquilo que viria a ser a vitória mais avultada da época até ao momento. 10-0 foi o resultado diante do Nacional na Luz. Seguiram-se triunfos em casa do Aves (0-3) e na receção ao Chaves (4-0).

Na 24.ª disputou-se o clássico,com as formações do Benfica e do FC Porto a medirem forças no Estádio do Dragão. Os encarnados demonstraram superioridade e venceram o desafio (1-2). Esta vitória permitiu às águias pousarem no 1.º lugar da tabela classificativa com 57 pontos (mais dois do que os portistas, na segunda posição).

Rafa foi o autor do segundo golo das águias na partida com os dragões, o momento que selou o triunfo no clássico. O camisola 27 apontou o seu 9.º golo nesta edição da Liga NOS e o 13.º na atual temporada. Com estes números o avançado das águias superou os seus melhores registos da carreira (8/12 em 50 jogos na época 2015/16, quando ainda representava o Braga).

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.