Benfica B em queda após nova derrota na Covilhã

O Benfica B deslocou-se ao Estádio José Santos Pinto, com vista para a Serra da Estrela, na 24.ª jornada da II Liga e, apesar do esforço para alcançar um desfecho diferente, perdeu por 2-0.

Foi do pé esquerdo de Saponjic que saiu o primeiro remate do desafio, após movimentação e cruzamento de Nuno Santos no corredor esquerdo. Estavam decorridos oito minutos de jogo e a bola sobrevoou, por alto, a barra da baliza defendida por São Bento.

Num cabeceamento de Kukula após canto cobrado no lado direito do ataque, o Covilhã criou incómodo à defensiva benfiquista aos 11′. Também nesta jogada, o esférico viajou por cima da barra.

[GOLO: 1-0] Na conclusão de um ataque rápido pelo flanco direito, Diogo Medeiros recebeu na área e disparou cruzado, com força e colocação, batendo Zlobin e dando vantagem ao Covilhã (1-0) ao minuto 22.

Após o golo sofrido, o Benfica B teve mais bola e circulou-a por todos os corredores com o fito de provocar desequilíbrios e encontrar brechas por onde entrar e visar as redes contrárias, perante as dificuldades criadas por um Covilhã organizado, com as peças bem arrumadas e desperto para saídas rápidas.

Alex Pinto subiu no flanco direito aos 36′ e, já perto da linha de fundo, centrou para o coração da área. Em boa posição, Nuno Santos não conseguiu dominar o esférico da melhor maneira para tentar o golo da igualdade. Ao intervalo, os da casa venciam por 1-0.

A equipa benfiquista tentou acercar-se da baliza do Covilhã no reatamento da partida, mas as ligações ofensivas, nomeadamente no último passe, não resultavam como pretendido. No entanto, perto da hora de jogo, o coletivo encarnado, mais rápido, começou a carburar melhor e a criar problemas à defensiva dos serranos.

Bernardo, aos 64′, rendeu Krovinovic no meio-campo das águias. Volvidos três minutos, Saponjic escapou pela direita da área, depois de um passe de Nuno Santos, e, já com pouco ângulo, rematou para fora.

[GOLO: 2-0] Em contra-ataque, Tiago Moreira fugiu à linha defensiva do Benfica B, descaído para a direita, e, na cara de Zlobin, atirou cruzado para as redes (72′). O Covilhã, contrariando a tendência nesta fase do encontro, aumentou a diferença.

Pedro Henrique, aos 75′, foi lançado por Renato Paiva (saiu Saponjic), criando-se uma solução ofensiva diferente para abordar o derradeiro quarto de hora da partida. Nuno Santos, num remate de zona exterior, deu que fazer ao guarda-redes São Bento aos 87′, num momento em que a equipa B lutava por outro final.

O golo que as águias procuravam podia ter surgido aos 90’+1′, num cabeceamento de Pedro Henrique para grande defesa de São Bento, no seguimento de um centro de Nuno Santos na ala direita. O resultado, todavia, permaneceria como estava, com o Covilhã a vencer por 2-0.

Onze inicial do Benfica B: Zlobin; Alex Pinto, Kalaica, Zec e Frimpong; Vukotic, Benny, Willock e Krovinovic; Nuno Santos e Saponjic.

Suplentes: Daniel Azevedo, Miguel Nóbrega, Diogo Capitão, Bernardo, Jorginho, Zé Gomes e Pedro Henrique.

Boletim clínico: David Tavares (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Vitalii Lystcov (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Diogo Mendes (lesão muscular na face anterior da coxa esquerda); Daniel dos Anjos (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho direito).

Na próxima ronda (25.ª), os encarnados recebem o Paços de Ferreira no Caixa Futebol Campus (sábado, dia 9 de março, às 15h00).

Renato Paiva

“Jogámos para ter outro resultado”

Renato Paiva (treinador do Benfica B): “Sabíamos que ia ser um jogo muito difícil, contra a equipa que mais pontos tinha nesta segunda volta, num campo tradicionalmente complicado. Não fazendo muito na primeira parte, o Covilhã aproveitou um desposicionamento nosso no lance do 1-0. Na segunda parte, globalmente, fomos muito superiores, jogámos para ter outro resultado. Tivemos duas bolas de golo e temos de marcar. Estamos com alguma dificuldade na finalização. Tivemos duas claras, a do Saponjic e a do Pedro Henrique, e temos de marcá-las. Estamos com outro problema: os erros que cometemos estão a ser aproveitados pelos adversários. Estamos a ajustar as peças, treino a treino e jogo a jogo, neste ecossistema que levou um abanão, mas também tem sido um pouco isto: o adversário aproveita e nós não temos aproveitado.”

Benny (médio do Benfica B): “Não entrámos muito bem neste jogo. Na primeira parte o Covilhã esteve melhor. No segundo tempo, conseguimos reagir, trocar a bola, mas faltou-nos concretização. Eles entretanto marcaram o segundo golo num lance de transição.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.