Benfica facturou 26.3 milhões de euros em jogadores excedentários

No Relatório e Contas relativo ao primeiro semestre da época 2018/2019, a Benfica SAD anuncia ter feito 26,3 milhões de euros com a venda de direitos de atletas – menos 25 milhões do que no exercício anterior. Estamos a falar de um valor líquido. 

O principal valor foi alcançado com a venda definitiva de Anderson Talisca ao Guanghzou Evergrande: 19,2 milhões. 

No mesmo documento lê-se que a saída de Pelé do Rio Ave para o Monaco ainda rendeu 3,6 milhões de euros. O médio já não estava ligado desportivamente ao Benfica, mas as águias mantinham direitos económicos sobre ele.

Bryan Cristante mudou-se da Atalanta para a AS Roma e deixou agora mais 3,2 milhões de euros nos cofres da SAD, que acrescem aos 4,2 milhões «já reconhecidos como rendimento» no exercício passado. 

Este valor adicional conseguido com Cristante ainda não se encontra refletido no presente R & C, indica a SAD.  

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.