Benfica vence Belenenses e mantém liderança

A equipa de futsal do Benfica venceu a formação do Belenenses por 3-1 no Pavilhão n.º 2 da Luz. Com esta vitória na 20.ª jornada do Campeonato Nacional, o Benfica soma 57 pontos e continua no 1.º lugar da competição.

Os primeiros minutos de jogo mostraram uma equipa do Benfica a querer tomar conta da partida sob o olhar atento do Belenenses, que espreitava por uma oportunidade de sair a jogar.

[GOLO: 0-1]: Jota, aos 3′, após uma jogada de contra-ataque, fez o 0-1 depois de um remate em arco que não deu hipótese de defesa a Cristiano.

Benfica procurava o golo da igualdade e Fits esteve perto de o conseguir aos 7′. O pivot encarnado trabalhou bem à entrada da área e só não celebrou o golo porque o remate acabou por ser travado pela perna direita do defesa contrário.

O encontro estava bastante partido com jogadas de ataque perto de ambas as balizas. As águias, mesmo assim, apresentavam um futsal de melhor qualidade. Aos 13′, os encarnados chegaram mesmo à igualdade através de um livre direto.

[GOLO: 1-1]: André Coelho, servido por Tiago Brito na marcação de um livre, desferiu um potente remate que foi colocado entre as pernas de Marcão.

O Belenenses não conseguia sair a jogar devido à pressão exercida pelos comandados de Joel Rocha. Os passes longos de Marcão repetiam-se na tentativa de afastar o perigo da sua própria baliza.

Os momentos finais da primeira parte aproximavam-se e as águias continuavam a cercar a baliza adversária. Os movimentos atacantes não surtiram efeito e o resultado não se alterou. Intervalo: 1-1.

Início da segunda parte com a toada de jogo a manter-se. Um Benfica mais pressionante com Fábio Cecílio perto de marcar aos 21′. Na cara de Marcão, foi o guarda-redes dos azuis a levar a melhor com uma grande defesa.

Depois de algumas oportunidades, o Benfica fez o primeiro golo da segunda parte. 

[GOLO: 2-1]: Na sequência de um canto na direita, Tiago Brito, aos 23′, rematou forte. Marcão não conseguiu desviar e Bruno Coelho estava no sítio certo para encostar.

Aos 26′Miguel Ângelo foi expulso na sequência de um lance onde tentou roubar a bola ao jogador adversário. Um toque na perna direita do jogador do Belenenses fez com que o mesmo se desequilibrasse. O árbitro decidiu expulsar o jogador encarnado fazendo com que o Benfica tivesse de jogar durante dois minutos com quatro jogadores.

Depois de alguns minutos sem grandes oportunidades, foram as águias a estar perto de marcar novamente. Raúl Campos, aos 30′, rematou, mas não conseguiu desviar a bola de Marcão. 

Os comandados de Joel Rocha queriam chegar ao golo da tranquilidade e pressionavam cada vez mais a saída de bola adversária. O guardião do Belenenses correspondia e continuava a colocar os azuis na discussão do resultado. 

[GOLO: 3-1]: Fernandinho, aos 37′, dilatou a vantagem para o Benfica. O camisola 18 recuperou, tabelou com Raúl Campos, recebeu e encostou para o fundo das redes adversárias.

Os últimos momentos da partida ficaram marcados pelas sucessivas tentavivas de Fits para ampliar o score. O marcador não se alterou até ao apito final do árbitro. Resultado: 3-1.

Cinco inicial do Benfica: Cristiano, Fernandinho, Tiago Brito, André Coelho e Raúl Campos.

Benfica-Belenenses

Joel Rocha (técnico do Benfica): “O Benfica foi um justo vencedor, sendo que os números foram curtos para aquilo que a equipa conseguiu produzir, essencialmente na segunda parte. Na primeira o Belenenses criou-nos perigo através do contra-ataque porque os nossos ataques não estavam a ser finalizados. Na segunda parte eles não nos criaram dificuldades porque aumentámos a qualidade do nosso jogo, a intensidade da nossa defesa e melhorámos muito o nosso ataque organizado. O resultado até parece que foi equilibrado e apertado, mas é claramente justo. Iniciámos um novo ciclo de vitórias. No próximo sábado vamos trabalhar para chegar a um dos nossos objetivos [final eight da Taça de Portugal] e aproveito desde já para convidar todos os adeptos, Sócios e simpatizantes daquela região, que nunca nos deixaram ali sozinhos, que compareçam e transformem também aquele pavilhão num tanto ou quanto do Benfica.”

André Coelho (fixo/ala): “Fizemos duas partes distintas, na segunda controlámos o jogo todo, o Cristiano [guarda-redes] não teve de fazer nenhuma intervenção de maior importância. Foi uma vitória justíssima que presenteou a massa adepta presente aqui no pavilhão para ver a partida. Depois de o intervalo corrigimos o sector ofensivo, conseguimos retirar posse de bola ao Belenenses e acabámos por vencer de forma justíssima mais uma vez. Segue-se um jogo muito complicado em Braga, para a Taça de Portugal, e depois voltamos para o Campeonato, onde queremos manter o 1.º lugar até ao fim da fase regular e depois chegar ao título, obviamente.”


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.