News Benfica: O foco no Chaves e a restituição da BTV e Estádio aos sócios

Na semana passada, após a vitória em Istambul, a imprensa (até a internacional) rendeu-se à qualidade do futebol do Benfica, numa noite em que mereceu destaque a média de idades da equipa: 22,9 anos. A mais baixa entre todos os participantes da Liga Europa.

Ontem, na Luz, o Benfica garantiu a qualificação para os oitavos de final com uma exibição de elevado grau de responsabilidade e voltou a apresentar um onze inicial com uma média de idades que não encontra paralelo no futebol europeu: 23,1 anos. Estiveram em campo 8 jogadores portugueses, 5 deles formados no Seixal.

Ou seja, a equipa mais jovem em competição mostrou que tem maturidade e experiência suficientes para gerir uma eliminatória com elevado sentido prático. E vale a pena sublinhar que do outro lado estava o campeão turco, recheado de jogadores de grande qualidade e orientado por um treinador de indiscutível categoria.

A Liga Europa volta no dia 7 e o adversário exige, no mínimo, o mesmo respeito do que o anterior. Mas haverá tempo para preparar a eliminatória com o Dínamo Zagreb. Por enquanto, o foco está por inteiro no duelo da próxima 2.ª feira, frente ao Desportivo de Chaves. A onda vermelha continua. Passo a passo. Treino a treino. Jogo a jogo.

PS: A convocatória de uma Assembleia Geral Extraordinária da SAD (para o dia 15 de março) com o objetivo de transferir da SAD para o Clube a propriedade do Estádio da Luz e da BTV é mais uma prenda de aniversário antecipada para todos os benfiquistas. As circunstâncias e a conjuntura levaram, num determinado momento, a que fossem tomadas as decisões que mais se aconselhavam. Agora, com uma reestruturação acionista só possível pelo bom processo de recuperação financeira e evolução dos últimos anos, chegou o momento de restituir aos benfiquistas o seu património e a sua principal plataforma de comunicação. As promessas são para cumprir.

Anúncios

2 pensamentos sobre “News Benfica: O foco no Chaves e a restituição da BTV e Estádio aos sócios

  1. Sem dúvida, José Augusto. Mas penso que a direção já explicou o motivo de não apostar no ciclismo. Tem a ver com as dificuldades ao nível do controlo anti-doping. É uma modalidade que pode trazer problemas nesse campo, e com isso mau prestígio para a marca. Mas que de facto é uma modalidade importante na história, lá isso é verdade.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.