Marçal reconhece que “roeu a corda” ao Sporting para assinar pelo Benfica

Aos 29 anos, Marçal apresenta-se como um dos elementos-chave do Lyon, equipa que se prepara para defrontar o Barcelona (terça-feira, às 20 horas), em jogo a contar para os oitavos de final da Liga dos Campeões. Numa entrevista à ESPN, o lateral-esquerdo brasileiro abordou a passagem por Portugal.

Chegou ao futebol português por intermédio do Torrense (Campeonato de Portugal) e duas temporadas depois chegou à Liga pela mão do Nacional. Os bons desempenhos na Madeira chamaram a atenção de Sporting e Benfica e Marçal viu-se envolvido num dérbi pela contratação.

«Foi um passo enorme na minha vida. Tinha tudo certo com o Sporting, só faltavam uns pormenores insignificantes, como acertar os voos, porque coisas importantes, como o salário, estava acordado. Mas acabou por aparecer o Benfica e contratou-me. Eram os campeões nacionais e acabei por me decidir quando soube que o Jorge Jesus já me queria desde a temporada passada», revelou.

Recorde-se que Marçal assinou pelo Benfica em 2015, mas não chegou a realizar qualquer jogo oficial pelos encarnados. Nessa época é emprestado ao Gaziantepspor (23 jogos e um golo), e na seguinte segue para o Guingamp (35 jogos), onde se destaca e é chama a atenção do Lyon.

Em entrevista à ESPN, Fernando Marçal, atual jogador do Lyon, abordou a passagem fugaz que teve pelo Benfica. Contratado ao Nacional, o lateral-esquerdo chegou na primeira época de Rui Vitória, após ter sido pedido por Jorge Jesus.

«Cheguei ao Benfica e não fui mal recebido, apenas fui.. recebido. Não houve um tratamento mais preocupado, o treinador pouco ou nada falava comigo e acabei por nem sequer ter hipótese em jogos oficiais depois de uma boa pré-época. Chegou a um dia em que só me disseram que não contavam comigo e que podia procurar outra equipa», começou por explicar.

Chego então uma oferta do Gaziantespspor, da Turquia.

«Tive que decidir entre ficar no Benfica e não ser aproveitado, sendo que nem sequer ia para o banco, ou ir para a Turquia. Acabei por ir. Quando tens outro jogador que é melhor que tu e por isso não jogas, tu aceitas, mas quando chegas um lugar em que nem és bem-recebido, acabas por ficar frustrado. Não quis ficar no Benfica para ter uma época frustrante», concluiu.

Na Turquia, Marçal acabou por cumprir 23 partidas e marcar um golo. Seguiu para o Guingamp, também por empréstimo do Benfica, sendo depois transferido para o Lyon, por 4,5 milhões de euros.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.