Benfica desfalcado perde fora com a Oliveirense

Frente a frente na 18.ª jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol, em Oliveira de Azeméis, Benfica e Oliveirense proporcionaram um bom espetáculo, emotivo, com a vantagem a cair para os nortenhos.

A equipa benfiquista sentiu algumas dificuldades atacantes na fase inicial da partida, com pouco acerto nos lançamentos. O anfitrião, mais preciso, aproveitou para se adiantar e alargar a vantagem (17-7). Todavia, três triplos seguidos (dois de Tomás Barroso e um de Alex Suárez) ajudaram as águias a diminuir diferenças (22-16). Depois, a Oliveirense acelerou e fechou o 1.º quarto na frente: 31-18.

Uma excelente reentrada em campo guiou o Benfica à marcação de oito pontos consecutivos contra zero do conjunto de Oliveira de Azeméis (31-26). Ripostou o visitado, recuperando a precisão de lançamento que lhe dera avanço no encontro (40-28).

Após um tempo de desconto, a equipa comandada por Arturo Álvarez tornou a estreitar a diferença (40-31, 46-40). O 2.º quarto terminou com um triplo de Tomás Barroso e tudo em aberto: 48-43. Tomás Barroso (9 pontos), Charles Cooper (8) – reforço do Benfica B, em estreia absoluta pela equipa principal – e Miguel Maria (7) eram, ao intervalo, os melhores marcadores dos encarnados.

Williams e Ellisor, do lado da Oliveirense, continuaram com mão quente e foram essenciais no disparo da equipa da casa (63-45). Novo tempo de desconto do Benfica e nova reação (65-50), mas o adversário mantinha níveis de eficácia (a defender e a atacar) que eram complicados de contrariar (70-54). As águias forçaram, carregaram nos derradeiros momentos do 3.º quarto (com pontos importantes de Fábio Lima e Cantero) e concluíram-no com 75-66 no marcador.

Pouco a pouco (79-72, 79-75, 81-77), o Benfica foi emagrecendo a desvantagem: 84-79 a quatro minutos do termo do desafio. A Oliveirense voltou a socorrer-se da pontaria de Ellisor (36 pontos) para redefinir a folga no placard (87-79), com as águias a retaliarem com lançamentos para três pontos, que, no entanto, não iam caindo (91-79). Micah Downs (17 pontos) foi o último a lançar ao cesto com sucesso, e a partida finalizou com 92-82 favorável à Oliveirense.

As águias estão agora na segunda posição com 34 pontos, menos um do que a Oliveirense.

Formação inicial do Benfica: Micah Downs, Miguel Maria, Gonçalo Delgado, Jaques Conceição e Alex Suárez.

“Com quatro baixas importantes era complicado, mas deixámos o coração em campo”

Arturo Álvarez (treinador do Benfica): “O Benfica quer sempre ganhar. Claro que com quatro baixas importantes era complicado contra um adversário muito bom. Lutámos, deixámos o coração no campo, mas era difícil contra uma equipa boa como a Oliveirense. Gostei do trabalho que fizemos, tentámos fazer o trabalho dos quatro que nos faltaram. Temos de recuperar os jogadores para voltarmos a ser competitivos e voltarmos a ganhar.”

Gonçalo Delgado (extremo/poste Benfica): “Disputar jogos deste nível é sempre importante. Tentei ajudar ao máximo a minha equipa. Mesmo estando condicionados pelas baixas – temos quatro jogadores importantes lesionados –, batemo-nos muito bem. Estaremos mais fortes quando eles voltarem.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.