Benfica perde Taça Hugo dos Santos para a Oliveirense

Benfica e Oliveirense discutiram, este domingo, no Pavilhão Municipal de Sines, a final da Taça Hugo dos Santos em Basquetebol. Triunfo para a formação de Oliveira de Azeméis, por 70-77, numa partida marcada pelo 1.º quarto…

Frente a frente as duas equipas que ocupam o topo da LPB, que têm exibido melhor basquetebol, e as meias-finais da Taça Hugo dos Santos (disputadas sábado) provaram-no mais uma vez.

O Sport Lisboa e Benfica bateu a Ovarense, por expressivos 79-63, por seu turno, embora por números mais apertados, a UD Oliveirense, eliminou o FC Porto, por 86-82. Como pano de fundo desta partida a conquista de mais um Troféu e a entrada em quadra foi sintomática, com as duas formações a olharem-se nos olhos e a dizerem presente.

Basquetebol

Entrou melhor a formação de Oliveira de Azeméis, a colocar-se na frente desde logo. O Benfica reagiu, com Miguel Maria a fazer os dois primeiros pontos da equipa e Xavi Rey a dar espetáculo com um afundanço. Ora, do outro lado, a formação de Norberto Alves não se atemorizou – bem pelo contrário – e os pontos começaram a acumular-se. Com as águias a defenderem sem grande pressão e a darem muitos espaços os triplos iam-se sucedendo e, com apenas 4 minutos jogados, um 4-13 obrigou Artuto Álvarez a pedir o primeiro time out do desafio. Mas este 1.º quarto não foi nada favorável para os encarnados, com a equipa a teimar em não se encontrar, quer a atacar, quer a defender. O final do 1.º quarto chegou com um 9-30.

Basquetebol

Sem José Silva e Arnette, e o início do 2.º quarto a ditar a saída do poste Xavi Rey, o Benfica bem esboçou a reação, contudo, tudo parecia correr mal às águias, com a eficácia (muito baixa) nos lançamentos, quer, interiores, quer exteriores, a ser elucidativa. A meio do 2.º quarto, 17-34, com várias mexidas nos cincos. Algumas melhorias defensivas e, perante a aproximação dos encarnados, foi então altura de Norberto Alves reunir as tropas. Seguiu-se um período de menor acerto de ambas as formações, com menos pontos e muitos erros de parte a parte. Nos últimos minutos o Benfica foi mais dinâmico, reaproximou-se, mas do outro lado a resposta foi eficaz… Tudo em aberto no jogo, com o marcador a registar um 25-40 ao intervalo.

Basquetebol

Reatar, com as equipas separadas por 15 pontos, com Cantero a dar o mote e a marcar um triplo e Suárez a seguir-lhe o exemplo e a fazer dois de seguida e a diminuir o fosso. O Benfica subiu os indices de concentração e, com eles subiram também a eficácia ofensiva e defensiva. A meio do 3.º quarto o marcador registava um 39-46 (sete pontos de diferença), com as águias a carregarem rumo à reviravolta. Tudo em aberto e muita emoção no jogo!

Intensidade, disputa, com as equipas a darem tudo em quadra, num grande espetáculo de basquetebol, com o final do 3.º quarto a chegar com nove pontos a separaram as formações: 47-56.

Basquetebol

Entrada nos derradeiros dez minutos com tudo em aberto… O Benfica continuou a carregar, a a correr atrás do prejuízo e, paulatinamente, ponto a ponto, as águias foram-se aproximando. Com cinco minutos para se jogar nesta grande final eram somente 5 os pontos a separar as equipas, com a incerteza e a emoção a reinarem em Sines (57-62). A Oliveirense aguentava como podia, tentanto manter-se na frente, uma posiçao conquistada logo no início do jogo. Micah Downs, na linha de lance-livre colocou a diferença em dois pontos, mas do outro lado, dois triplos colocaram o marcador em 61-68, com 3’37s para jogar.

Até ao final, incerteza, muita luta, aproximações, distanciamentos, com a UD Oliveirense a vencer, por 70-77. O Benfica entrou mal no jogo e, apesar da recuperação, esta não chegou, como se pode analisar pelos parciais quarto a quarto: 9-30, 16-10, 22-16 e 23-21.

Cinco inicial: Tomás Barroso, Fábio Lima, Miguel Maria, Micah Downs e Xavi Rey.

Segue-se mudança de chip com o regresso às contas do Campeonato Nacional! Na próxima jornada joga-se a liderança isolada da Liga Portuguesa de Basquetebol, com Sport Lisboa e Benfica e UD Oliveirense a medirem forças à passagem da 18.ª jornada da competição. Este desafio está marcado para as 16h00 de dia 16 de fevereiro, domingo, em Oliveira de Azeméis.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.