Benfica B bate Arouca no Seixal e mantém lugar no pódio

O Benfica B venceu, nesta quarta-feira, o Arouca por 3-1, no Caixa Futebol Campus, em jogo da 19.ª jornada da II Liga, mantendo assim o 3.º lugar no pódio da tabela classificativa, agora com 34 pontos.

Foi com cinco alterações no onze em relação ao último jogo da competição – com o Leixões – que os encarnados entraram em campo. Para as saídas de Fábio Duarte, Alex Pinto, Benny, Tiago Dantas e José Gomes, entraram Zlobin, Corchia, Saponjic, Gonçalo Ramos e Nuno Santos.

Aos 4′, o Arouca deixou um primeiro aviso. Malele, que já leva seis golos na competição, recebeu dentro da grande área, rodou e atirou para boa defesa do atento Zlobin.

[GOLO: 1-0] Depois de uma ameaça de Jota, aos 13′, Chris Willock atirou para o 1-0 (18′). Remate inicial de Florentino, rasteiro e sem muita força, a bater no defesa adversário. Sobrou para o avançado de 20 anos que, já dentro da área, de pé esquerdo, não desperdiçou. A ocasião resultou de um cruzamento de Corchia na direita. 

Depois de uma boa entrada da formação de Quim Machado, os encarnados – sob o olhar de Bruno Lage, que assistia nas bancadas do Caixa Futebol Campus – foram pressionando e crescendo na partida. A partir do aviso de Jota aos 13′, só deu Benfica B com o golo a coroar a exibição, perante um Arouca a mostrar grandes dificuldades em conseguir ter posse de bola e a sair para o contra ataque. Aointervalo: 1-0.

À entrada para o segundo tempo, Renato Paiva não promoveu mexidas na equipa. Jota voltou a tentar a sorte, mas sobrou para canto a favor do Benfica B. Na conversão, Florentino, de calcanhar, deixou a bola passar poucos centímetros ao lado da baliza de Stefanovic.

Entrou atrevido o Arouca no segundo tempo e, na sequência de um canto, aos 58′, esteve à vista o golo do empate. Valeu a defesa seguríssima de Zlobin ao cabeceamento de Fábio Fortes. 

[GOLO: 2-0] Golaço do Benfica B a premiar uma excelente jogada de entendimento entre os jogadores encarnados. Jota passou curto para Nuno Santos, que avançou pela esquerda, devolveu a Jota, que deu para Gonçalo Ramos, e este assistiu Willock, que, mais uma vez, não desperdiçou e atirou certeiro para o bis.

Aos 74′, os encarnados ficaram a pedir grande penalidade, depois de Florentino ter sido derrubado dentro da área, mas o árbitro João Pinho mandou seguir…

[GOLO: 2-1] A caminhar para os instantes finais da partida (88′), o Arouca reduziu a desvantagem. Grande jogada de Breitner, a culminar com uma boa finalização de Willian.

[GOLO: 3-1] O Benfica B respondeu de imediato, com Jota a rematar para o – já merecido – golo (89′). Grande cruzamento de Willock ao segundo poste, e Jota, de cabeça, ganhou o duelo com Stefanovic.

Sem dificuldades, a formação de Renato Paiva controlou e segurou o resultado nos últimos três minutos do encontro. Três pontos que permitem às águias, que somam agora 34, manter o terceiro lugar da tabela classificativa.

Na próxima jornada (20.ª), agendada para as 11h00 de sábado, 2 de fevereiro, o Benfica B desloca-se ao terreno do CD Mafra.

Onze inicial do Benfica B: Zlobin; Corchia (85′ Alex Pinto), Kalaica, Ferro e Nuno Tavares; Florentino Luís (79′ Pedro Álvaro), Gonçalo Ramos e Nuno Santos; Jota, Willock e Saponjic.

Suplentes: Daniel Azevedo, Alex Pinto, Pedro Álvaro, Tomás Tavares, Benny, Csoboth e Zé Gomes.

Boletim clínico: David Tavares (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Vitalii Lystcov (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Diogo Mendes (lesão muscular na face anterior da coxa esquerda); Daniel dos Anjos (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho direito); Tiago Dantas (mialgia na face posterior da coxa esquerda).

Renato Paiva

“Estou globalmente muito satisfeito”

Renato Paiva (treinador do Benfica B): “Gostei do que vi! Por não termos tanto tempo para fazer aquilo que achamos que é fundamental para que uma equipa de futebol tenha rendimento, que é treinar; é verdade que a base estava feita, mas há coisas que se perdem e esssa coisas só se ganham no treino. Estou satisfeito por isso e por perceber que do outro lado está uma equipa com qualidade, que vinha de quatro jogos sem perder, em crescendo, com um treinador experiente, com jogadores experientes e, como se viu, puseram-nos, de vez em quando, em dificuldades. A II Liga é um bocadinho isto. Curiosamente, o que aconteceu aqui hoje já tinha acontecido em Matosinhos. Os momentos em que não conseguimos gerir a bola, em que não conseguimos descansar e pausar o jogo com bola, são precisamente os momentos em que sofremos. Mas, acima de tudo, estou globalmente muito satisfeito pelo que a equipa fez, tirando esses momentos em que nos precipitámos. Aliás, tivemos momentos fantásticos! O segundo golo é um momento brutal do coletivo da nossa equipa.”

Willock (jogador do Benfica B): “A equipa jogou bem, foi uma boa exibição do coletivo. É manter o foco, estou satisfeito por ter marcado dois golos, mas o mais importante é sempre o coletivo e estou satisfeito por ter ajudado à vitória.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.