Depressão quase acabou com carreira de Ederson

Tido por muitos como um dos melhores guarda-redes da atualidade, Ederson Moraes esteve em vias de abandonar o futebol de forma precoce. Tinha apenas 15 anos quando, depois de ser dispensado da academia do São Paulo, mergulhou numa depressão profunda que o levou a ponderar o adeus aos relvados.

«Foi uma situação difícil. Tinha apenas 15 anos e passei por momentos muito duros, estive um mês deprimido e pensei em desistir do futebol. Felizmente, os meus pais apoiaram-me sempre e encorajaram-me a voltar a jogar», relatou o guardião brasileiro, citado pela edição on-line do jornal Express.

Em Inglaterra, onde é dono da baliza do Manchester City, Ederson continua a ter no compatriota Rogério Ceni, já retirado, uma fonte de inspiração.

«A paixão que tenho pela baliza fez-me seguir sempre a carreira do Rogério Ceni, ainda hoje vejo vídeos dele no YouTube em busca de inspiração», revelou.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.