Benfica B empata a duas bolas com os dragões ao cair do pano

O Benfica B visitou o FC Porto B na 15.ª jornada da II Liga (Ledman LigaPro) no Estádio Municipal Dr. Jorge Sampaio. O clássico teve golos, emoção e, no fim, prevaleceu a divisão de pontos: 2-2.

O Benfica B entrou com energia na partida e rapidamente conquistou um canto sobre a esquerda do ataque.

[GOLO: 0-1] No seguimento do pontapé de canto cobrado do lado canhoto das águias, Zé Gomes elevou-se na zona do primeiro poste e penteou levemente a bola, dando-lhe força e direção corretas para que se aninhasse nas redes junto ao ferro contrário (3′).

Organizada e serena, a equipa B benfiquista suportou a reação portista que se seguiu ao golo madrugador e procurou ter bola para comandar o ritmo e o rumo do clássico.

[GOLO: 1-1] Aos 22′, depois de Jota ter tido algum espaço para tentar visar a baliza do FC Porto, a equipa da casa lançou-se em contra-ataque e, solto nas costas da defensiva do Benfica B, Marius rematou e bateu Zlobin.

Os encarnados voltaram a elaborar e conquistaram um livre em posição frontal, muito perto da linha limite da grande área. Jota, na conversão, disparou com força, mas acertou na cabeça de um elemento da barreira (27′). Do outro lado, Zlobin mostrou-se mais determinante do que Kelechi e sacudiu para canto a bola rematada pelo camisola 90 dos dragões (28′).

Por volta da meia hora entrou-se numa fase mais repartida: o Benfica B quis ter bola, construir ofensivas com cabeça, tronco e membros, e o FC Porto B apostou principalmente nas recuperações e transições rápidas, arriscando ainda pontapés de meia distância, um par deles para defesas competentes de Zlobin. Ao intervalo estava tudo empatado: 1-1.

FC Porto B-Benfica B

O FC Porto B entrou melhor na segunda metade.

[GOLO: 2-1] No desenvolvimento de um ataque pela esquerda, a bola foi cruzada para a entrada da área do Benfica B, onde surgiu João Mário a chutar para as redes, pese a estirada de Zlobin.

As águias estiveram muito perto de restabelecer a igualdade aos 58′, mas o cabeceamento de Zé Gomes passou ao lado da baliza portista. A primeira alteração na equipa encarnada aconteceu aos 60′: saiu Willock, entrou Rodrigo Conceição.

O Benfica B crescia na posse de bola, acercava-se da baliza portista, mas os remates não tomavam a direção do alvo. Aos 72′, nova alteração nos encarnados: saiu Nuno Santos, entrou Keaton Parks. Saponjic, aos 82′ (no lugar de Zé Gomes), foi a derradeira aposta benfiquista para alterar o resultado.

Tiago Dantas, aos 83′, correspondeu a um centro da esquerda com um tiro de primeira, de pé direito, mas a bola subiu um pouco e passou sobre a barra da baliza portista.

O guardião Diogo Costa ainda negou o golo do empate aos 90′, parando um remate à entrada da grande área dos dragões, mas ainda havia mais para acontecer na história deste duelo.

[PENÁLTI] Tiago Dantas, aos 90′, foi derrubado pelas costas na grande área portista. O árbitro, perentório, apontou para a marca dos onze metros!

[GOLO: 2-2] Saponjic, de penálti, bateu o guarda-redes Diogo Costa (90’+2′)!

Esgotado o tempo de compensação (quatro minutos), a igualdade permaneceu, dividindo-se os pontos no clássico dos Bês: 2-2, resultado final.

Onze inicial do Benfica B: Zlobin; Alex Pinto, Kalaica, Ferro e Nuno Tavares; Florentino Luís, Tiago Dantas e Nuno Santos; Willock, Jota e Zé Gomes.

Suplentes: Fábio Duarte, Tomás Tavares, Pedro Álvaro, Keaton Parks, Rodrigo Conceição, Umaro Embaló e Saponjic.

Boletim clínico: David Tavares (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Ricardo Araújo “Jorginho” (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Vitalii Lystcov (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho esquerdo); Diogo Mendes (lesão muscular na face anterior da coxa esquerda); Daniel dos Anjos (status pós-cirúrgico ligamentoplastia no joelho direito).

LEDMAN LigaPro

“Jogo equilibrado e dividido”

Nélson Veríssimo (treinador do Benfica B): “Foi um jogo equilibrado. A perceção que tenho é que o FC Porto na primeira parte terá criado mais situações de perigo, embora tenhamos começado bem com o golo. A tendência inverteu-se na segunda parte e chegámos com mais perigo à baliza do FC Porto. Foi um jogo dividido e equilibrado entre duas boas equipas.”

Alex Pinto (lateral-direito do Benfica B): “Foi um resultado justo. O FC Porto teve mais oportunidades na primeira parte, sofremos um golo logo a abrir o segundo tempo, mas fomos atrás do prejuízo e conseguimos empatar perto do fim, alcançando um resultado justo.”

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.