Benfica assinalou o Dia Nacional dos Guarda-Redes

O Benfica assinalou o Dia Nacional dos Guarda-redes com um treino conjunto com todos os futebolistas que ocupam a posição nas equipas do Clube. Os guardiões da equipa principal, Odysseas, Svilar e Bruno Varela, marcaram presença na iniciativa, deram autógrafos e responderam às dúvidas colocadas pelos mais novos.

Outra das presenças notadas foi José Henrique. O atual team manager dos Sub-23 dos encarnados é uma das glórias do Benfica na posição e deixou conselhos a quem pretende ser guarda-redes de futebol na alta competição.

Dia do guarda-redes

“Para mim é um privilégio muito grande estar aqui neste evento. Não só pelos mais velhos, que tive a oportunidade de treinar, como pelos mais novos. No meu tempo [de jogador] não havia treinador de guarda-redes. Aprendi sozinho e com os treinadores adjuntos mais velhos. Estão a dar os primeiros passos num dos melhores clubes do mundo, que é o Benfica, e para ser guarda-redes neste Clube é preciso trabalho e não ter medo. Desempenhamos uma função numa equipa que é a única que não pode ter medo e é o lugar mais bonito. Todos podem falhar menos o guarda-redes, mas quando acontece têm de o assumir”, alertou o antigo guarda-redes.

Num evento em que a diversão se sobrepôs à exigência, Fernando Ferreira, treinador de guarda-redes no Benfica B, revelou o que se pretendeu com a criação do Dia Nacional do Guarda-redes.

“Este evento pretende juntar todos os guarda-redes do Sport Lisboa e Benfica, desde a equipa B até aos Sub-7. O objetivo é fazer um convívio, uma interação entre todos os guarda-redes. São guarda-redes do mesmo Clube, mas é difícil os guarda-redes que treinam de manhã e de tarde no Seixal se encontraram; é difícil conviverem com os meninos que treinam em Lisboa. A nossa preocupação foi juntá-los, com os guarda-redes da equipa principal a juntarem-se”, explicou, em palavras dirigidas à BTV.

Dia do guarda-redes

O dia serviu ainda de partilha entre os guarda-redes, dos mais velhos aos de mais tenra idade. Daniel Azevedo, guardião pertencente ao plantel da equipa B, elogiou o evento.

É sempre uma boa iniciativa. Para os mais novos, somos os ídolos. Foi bom treinar com esta geração, ensinar-lhes as nossas técnicas, o nosso modelo de jogo”, referiu.

Miguel Vieira, guarda-redes dos Infantis do Benfica, realçou a importância de aprender com os mais experientes na posição.

“É bom poder estar com todos os escalões e conhecermo-nos todos. Pudemos aprender com os mais velhos”, disse.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.