Dérbi Sub-23 termina empatado no Seixal

No jogo de cartaz da 16.ª jornada da Liga Revelação, o Benfica bateu-se com o Sporting no Caixa Futebol Campus. Depois da vitória das águias na primeira volta (0-1), desta feita o dérbi Sub-23 terminou com uma igualdade: 1-1.

Com largura e profundidade no jogo, o Benfica acercou-se da baliza do Sporting logo aos 2′. Embaló, dando sequência a um lance na direita, puxou a bola para dentro e disparou de pé esquerdo, para fora.

À passagem do minuto 10, um passe longo de Pedro Álvaro desmarcou Nuno Tavares nas costas da defensiva leonina, mas o lateral-esquerdo das águias, aqui em apoio ofensivo, viu o seu remate ser bloqueado por um oponente.

Com as duas equipas encaixadas taticamente, os despiques e as tentativas de criar ataques sucederam-se na primeira meia hora do encontro. As oportunidades de golo, porém, rarearam, apostando-se, amiúde, nos remates de meia distância.

Aos 42′, a equipa benfiquista introduziu a bola na baliza do Sporting, mas o lance, concluído por Nuno Santos, foi invalidado por pretensa falta de Saponjic no duelo com Abdu sobre o lado direito do ataque. O intervalo chegou sem golos: 0-0.

Derbi

Na abertura do segundo tempo, Nuno Santos acorreu a um cruzamento de Tomás Tavares a partir da direita e finalizou de primeira, com o pé direito, na grande área, mas a bola ganhou muita altura (48′). Embaló deu mais um sinal da vontade do Benfica de fazer mexer o resultado, mas a incursão do esquerdino pelo flanco direito não foi aproveitada (50′).

Aos 61′, Luís Tralhão modificou uma peça na estrutura benfiquista: saiu Nuno Santos, entrou Vukotic. O objetivo era refrescar a zona intermediária.

[PENÁLTI] Aos 64′, o central Pedro Álvaro integrou-se no ataque, subiu à área contrária e, num despique com Abdu, caiu no terreno de jogo. O árbitro foi perentória a assinalar pontapé de penálti a favor do Benfica.

[GOLO: 1-0] Na conversão do castigo máximo, Gonçalo Rodrigues (Guga) bateu Maximiliano e colocou o Benfica na dianteira do marcador.

Pedro Álvaro ficou contundido no lance da grande penalidade, mas, depois de receber assistência médica, recuperou e prosseguiu em campo.

O Sporting esboçou reação à desvantagem, mas também começou a conceder mais espaços e as águias, com uma gestão de jogo madura e inteligente, foram aproveitando as brechas para construir ataques e apontar à baliza de Maximiliano.

Aos 81′, Embaló cedeu o lugar a Mesaque Dju. Mais frescura na linha ofensiva do Benfica. Aos 89′, mais duas alterações: Diogo Pinto e Gonçalo Rodrigues (Guga) foram rendidos por Edi Semedo e Miguel Nóbrega.

[GOLO: 1-1] Já em tempo de compensação (90’+2′), Nuno Moreira reagiu a um cruzamento da direita, soltou-se na área e rematou para a igualdade. Celton Biai ainda tocou na bola, mas não lhe foi possível evitar o empate, que seria mesmo o resultado final do encontro.

O Benfica é segundo classificado da Liga Revelação com 32 pontos, menos um do que o Braga, que, no entanto, tem mais um jogo disputado.

Onze inicial do Benfica: Celton Biai; Tomás Tavares, Pedro Álvaro, Gonçalo Loureiro e Nuno Tavares; Diogo Mendes, Diogo Pinto e Gonçalo Rodrigues (Guga); Nuno Santos, Embaló e Saponjic.

Suplentes: Dylan Silva, Tomás Domingos, Miguel Nóbrega, Frimpong, Vukotic, Edi Semedo, Mesaque Dju e Pedro Soares.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.