Liga Revelação: Derrota em Setúbal permite alcance do Aves

O Benfica enfrentou o Vitória de Setúbal, fora de portas, na 15.ª jornada da Liga Revelação. Apesar das oportunidades de golo criadas (penálti incluído), as águias perderam por 1-0. Ainda assim, os encarnados continuam no topo da tabela.

Numa manhã soalheira, mas fria, no Complexo Municipal de Atletismo de Setúbal, a equipa benfiquista teve no pé direito do seu capitão, Gonçalo Rodrigues (Guga), a primeira demonstração de querer no encontro: o remate, desferido à entrada da área sadina, fez a bola passar rente ao poste esquerdo (5′).

A segunda sensação de golo na partida foi criada num raide de Rodrigo Conceição pelo flanco esquerdo, com o extremo a conduzir o esférico, a puxá-lo para dentro e, já no interior da área, a disparar cruzado e com força para defesa do guarda-redes Milton Raphael (13′). Saponjic, logo a seguir, apareceu em zona de finalização, mas o tiro sofreu um desvio no corpo de um adversário (15′). Foi o que valeu aos sadinos.

Depois de mais um conjunto de ameaças, os encarnados estiveram perto de alcançar o primeiro golo do desafio num rasgo de Rodrigo Conceição pela esquerda (28′). Quase em cima da sua baliza, os defensores sadinos neutralizaram o perigo. As ocasiões para fazer mexer o marcador decresceram e ao intervalo registava-se um 0-0.

O segundo tempo teve um começo agitado. Pela direita, Edi Semedo acelerou e cruzou com precisão, mas Rodrigo Conceição, em ótima posição para faturar, não conseguiu acertar em cheio na bola (48′). O Vitória retaliou aos 52′ numa ação de Rodrigo na esquerda, fechando o lance com um remate à barra.

Aos 58′, dupla substituição no Benfica: saíram Gonçalo Rodrigues (Guga) e Edi Semedo, entraram Vukotic e Embaló. Nesta fase do encontro, as águias, somando pontapés de canto e tentativas para visar a baliza, acentuaram a pressão sobre a zona defensiva setubalense.

Num ataque muito bem desenhado, com técnica e velocidade, o Benfica construiu nova chance para marcar: Diogo Pinto lançou Rodrigo Conceição na esquerda, este cruzou rasteiro, Saponjic deixou passar e Embaló, nas costas, disparou de pé esquerdo para defesa de Milton Raphael (74′).

Já dentro da última dezena de minutos da partida, mais uma troca no Benfica: saiu Tomás Tavares, entrou Simón Ramírez (81′).

[EXPULSÃO] Aos 83′, Daniel Azevedo foi expulso (cartão vermelho direto). O árbitro Paulo Ferraz entendeu que o guarda-redes das águias fez falta fora da área merecedora de tal sanção.

[GOLO: 1-0] Dylan Silva foi chamado à ação para defender as redes encarnadas, saindo um jogador de campo, Rodrigo Conceição (84′). Na cobrança do livre (85′), os sadinos marcaram por intermédio de Sávio (1-0).

[PENÁLTI FALHADO] Aos 89′, Embaló foi derrubado na área sadina por Rodrigo. Saponjic, na execução do castigo máximo (90’+1′), permitiu a defesa de Milton Raphael.

O Benfica ainda forçou nos derradeiros instantes do jogo, mas não conseguiu alterar o resultado: 1-0, triunfo do Vitória de Setúbal.

Onze inicial do Benfica: Daniel Azevedo; Tomás Tavares, Miguel Nóbrega, Gonçalo Loureiro e Frimpong; Diogo Mendes, Diogo Pinto e Gonçalo Rodrigues (Guga); Rodrigo Conceição, Edi Semedo e Saponjic.

Suplentes: Dylan Silva, David Zec, Simón Ramírez, Matheus Leal, Tomás Domingos, Vukotic, Henrique Jocu, Mesaque Dju, Embaló, Tiago Gouveia e Pedro Soares.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.