Júlio Loureiro acredita que não irá a julgamento no processo E-Toupeira

Júlio Loureiro, escrivão e ex-observador de árbitros que é arguido no processo e-toupeira, mostrou-se confiante que não vai a julgamento.

«A audição correu bem. Penso que agora não há nenhuma dúvida», disse, antes de ser questionado se acredita que não vai a julgamento. «De certeza», respondeu.

Júlio Loureiro falava aos jornalistas à saída do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, onde se iniciou esta quarta-feira a fase de instrução do processo e-toupeira.

Já José Augusto, oficial de justiça e único dos arguidos em prisão domiciliária foi aconselhado pelo seu advogado Paulo Gomes a não prestar declarações nesta fase. «Entendo que ele não devia falar», explicou o causídico.

Paulo Gomes afirmou ainda que as audições decorreram «dentro da normalidade», sem se adiantar em detalhes sobre o aconteceu no tribunal: «Não vou falar do que se passa lá dentro. É por isso que [as audições] são à porta fechada. Vamos esclarecer tudo cabalmente.»

Por seu lado, nem os advogados da SAD do Benfica, nem os mandatários de Paulo Gonçalves, antigo assessor jurídico da SAD do clube da Luz, prestaram declarações à saída do tribunal.

Esta fase de instrução tem como objetivo a decisão por um juiz de instrução criminal se o processo segue, ou não, para julgamento.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.