Benfica passa Sertanense com Jonas e muito Seixal

De mangas arregaçadas, o Benfica impôs-se com naturalidade na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, triunfando perante o Sertanense por 0-3 no Estádio Cidade de Coimbra.

Com Corchia na direita, Alfa Semedo no eixo e Yuri Ribeiro na esquerda da defesa, e ainda com o regressado Jonas no centro do ataque, o conjunto benfiquista apresentou-se com novidades, mas também responsável e cioso do que tinha de fazer.

A bola entrou pela primeira vez na baliza do Sertanense à passagem do minuto quatro: Jonas, rápido a reagir, acorreu para fazer a recarga a um remate de Rafa, mas o camisola 10 das águias partira de posição irregular e a equipa de arbitragem sancionou o fora de jogo.

O mesmo Jonas, aos 9’, cabeceou com muito perigo após livre executado por Zivkovic. Volvidos 20 minutos, Yuri Ribeiro combinou com Zivkovic e libertou-se na esquerda para cruzar com as medidas certas para um pontapé forte de Rafa, de pé direito, a criar sensação de golo.

Zivkovic (32’) e Jonas (33’) estiveram na conclusão de outras ofensivas dos encarnados, mas o guardião do Sertanense só seria batido aos 35’: Yuri Ribeiro cruzou da esquerda, Zivkovic chutou para defesa incompleta de Rafa Santos e Rafa, como uma flecha, apareceu a tocar para as malhas (0-1).

O Benfica principiou o segundo tempo com uma alteração no conteúdo e na forma: Gabriel (médio) foi rendido por Ferreyra (avançado) e a equipa, em termos táticos, passou do 4x3x3 para o 4x4x2.

O 0-2 surgiu aos 53’ e foi um… golaço! Bem fora da área, Gedson teve espaço e não deixou para depois o que podia colher naquele instante, disparando de pé direito sem hipóteses de defesa para Rafa Santos (53’).

Sertanense-Benfica

Já com João Félix a carburar (rendeu Rafa aos 67’), o Benfica alcançou o 0-3. Yuri Ribeiro, mais uma vez ativo sobre a esquerda, em apoio ao ataque, foi insistente e, com um passe curto, entregou a bola a Jonas, que rodou e rematou de pé direito com sucesso (68’). O Pistolas está de regresso aos golos!

Ferreyra, a passe de Jonas, também mostrou serviço na finalização, mas o golo, rubricado aos 75’, foi anulado por fora de jogo. Uma decisão errada, porém, porque o argentino estava em linha quando arrancou para corresponder ao passe do Pistolas. Logo a seguir, Jota substituiu Jonas e estreou-se oficialmente pela equipa principal do Benfica (77’).

As águias fariam a última reta do desafio com seis jogadores da formação: Rúben Dias, Alfa Semedo, Yuri Ribeiro, Gedson, João Félix e Jota.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.